Bootstrap Slider

A importância da amamentação

A importância de Amamentação o seu bebê
.
Tão importante quanto engravidar da maneira saudável e manter a gravidez de maneira saudável, é amamentar de forma correta!

amamentação

A importância da amamentação

Muitas mães ainda tem dúvidas quanto a técnica correta, tabus, tempo adequado e importância da amamentação!
Hoje, você vai tirar todas suas dúvidas aqui no blog Mamãe de duas, junto com Dr. Bruno Jacob, a respeito de tudo, e mais um pouco, sobre o aleitamento materno!
.
A OMS preconiza que os profissionais da saúde passem informações valiosas para as pacientes a respeito do aleitamento, assim como os benefícios do leite materno, vamos ver quais são?:

-Alimento completo: atende todas as necessidades de nutrientes até os 6 meses

-Fácil digestão: Evita cólicas nos nenes.

-Reforça imunidade: Fortalece sistema imunológico, previna alergias, obesidade e intolerância ao glúten.

-Fortalece vínculo mãe e filho

-Dentinhos saudáveis: a sucção ajuda no desenvolvimento da arcada dentária no nene.

-Puerpério: Evita o sangramento excessivo no pós-parto.

-Pratico, grátis e natural.

-Previne asma, artrite e doenças do trato gastrointestinal.

-Bem estar: Amamentar libera na mãe o “hormônio do amor”

-Previne anemia

Outra informação importante, que deve ser passada às mães, é a técnica correta do aleitamento. Existe toda uma maneira certa na hora de amamentar, isso inclui fatores tanto da mãe quanto do bebê e as mulheres devem estar atentas a tudo isso! Vamos à elas:

Posicionamento do bebê:
– Rosto do bebê de frente para a mama
– Nariz encostado no mamilo
– Cabeça e tronco alinhados
– Corpo do bebê próximo ao da mãe
– Pescoço do bebê levemente extendido
– Corpo do bebê bem apoiado pelas mãos da mãe

Agora veja como deve ser a “pega” do seu bebê:
-Boca bem aberta pegando todo mamilo
-Lábio inferior evertido
-Queixo tocando a mama
-Movimentos de deglutição visíveis

Fique atenta para sinais de “pega” incorreta.
-Bochechas encovadas
-Ruídos de lingua
-Dor na amamentação
-Mama esticada ou deformada.

Agora que você sabe os benefícios de amamentar e como amamentar, você não tem mais dúvidas certo? ERRADO!!!!
Ok! Então vamos ver a seguir as dúvidas mais frequentes que surgem no consultório a respeito do aleitamento materno!

1. É verdade que algumas mamães tem pouco leite?
Ter pouco leite é um mito comum. Na maioria dos casos a pouca produção de leite está relacionada a erro da técnica ou baixa frequência das mamadas. Afinal, a estimulação da sucção do bebê no mamilo é responsável por produzir a prolactina, logo, quanto mais você oferecer o peito ao seu filho, mais leite produzirá

2. Dr. estou achando que meu leite é fraco?
Outro mito. O aspecto translúcido do leite no início da mamada pode ser interpretado como ausência de substâncias nutritivas se comparado com o aspecto do leite de vaca. Mas isso não é verdade. O aleitamento materno exclusivo garante o desenvolvimento adequado para o bebê.

3. Dr. devo dar um ou os dois peitos?
O ideal é oferecer um peito ao nenê e esperar que ele mame todo leite armazenado, em seguida oferecer o outro peito. O leite do final da mamada é mais consistente e possui nutrientes que o leite inicial não oferece.

4. Os remédios que eu tomo vão passar para o bebê no leite?
Nem todos. A OMS possui uma classificação de medicações permitidas e contraindicadas durante o período de amamentação

Se ainda tiver dúvidas converse com seu médico ou mande um email para drbruno@consultoriojacob.com que ela pode aparecer aqui no blog ser mãe!
.
Por Dr. Bruno Jacob

Instagram: @drbrunojacob
www.facebook.com/drbrunojacob

PLACA


Comentários
0
Compartilhe este post
Pin It

Concurso CiS Volta as Aulas

Concurso CiS Volta ás Aulas

Olá mamães com o inicio do novo ano, inicia-se também o corre corre do volta às aulas e conseqüentemente as compras dos materiais escolares dos pequenos.

E é exatamente aí que eu trago pra vocês uma super novidade:  O Concurso da CiS Volta as Aulas. Diferente de qualquer concurso que participei, a CiS junta o útil ao agradável.

O concurso ganhou meu coração com o tema “O que quero ser quando crescer”.

Incentivei as minhas filhas levantando essa questão, a Isa tinha muitas coisas para ser quando crescer e ficou com duvidas, mais uma das suas escolhas era ser cabeleireira, ama um penteado diferente e leva uma hora arrumando os cabelos para sair rs a Gabi não soube me responder mas, não posso deixar de destacar que essa interação mãe e filhas foi tão gostosa que rimos muito juntas.

Com base nas suas escolhas elas fizeram os desenhos que foram enviados e se transformaram em lindas bonecas.

CONCURSO CIS

Desenho da Gabi

CONCURSO CIS

Desenho da Isa

Em 2016 a CiS criou uma campanha chamada “Cores para toda vida” no qual transformou os desenhos das crianças em bonecos de pelúcia personalizados. A campanha fez tanto sucesso que a marca retomou a campanha este ano, agora com um concurso.

CONCURSO CIS

Como ficaram os desenhos em forma de bonecas

Concurso CiS Volta as Aulas

Produtos CiS

Recebemos um kit maravilhoso da Cis a linha de colorir são de ótima qualidade e com cores diferenciadas, com vários tipos de pontas , até mesmo para os pequenos que estão iniciando agora como a Gabi que não tem muita coordenação motora, são macios para escrever e resistente.

Como participar do Concurso CiS

O interessado deve entrar no site www.voltaasaulasCIS.com.br

  • Cadastrar o desenho do seu filho, sobrinho, neto, etc. com o tema: “O QUE SEREI QUANDO CRESCER”
  • Pedir votos e torcer.
  • Os autores dos 60 desenhos mais votados ganharão um kit de produtos CiS
  • Destes 60, 15 serão escolhidos por um júri da CiS e também ganharão um boneco personalizado com o desenho cadastrado.
  • Além disso, 15 desenhos, independentemente do número de votos serão escolhidos pelos jurados da CiS para também ganharem os produtos e o boneco personalizado.

No INSTA e Face

Para participar do concurso CiS deixe a criança fazer um desenho com o tema: “O QUE SEREI QUANDO CRESCER”

Acesse o site www.voltaasaulasCIS.com.br

  • Cadastrar o desenho do seu filho, sobrinho, neto, etc. com o tema: “O QUE SEREI QUANDO CRESCER”
  • Pedir votos e torcer.
  • Os autores dos 60 desenhos mais votados ganharão um kit de produtos CiS
  • Destes 60, 15 serão escolhidos por um júri da CiS e também ganharão um boneco personalizado com o desenho cadastrado.
  • Além disso, 15 desenhos, independentemente do número de votos serão escolhidos pelos jurados da CiS para também ganharem os produtos e o boneco personalizado.

Conheçam o site e suas redes sociais e receba as novidades em primeira mão

Facebook: www.facebook.com.br/clubedoeducadorcis

Twitter: www.twitter.com/clubedoeducador

YouTube: www.youtube.com/clubedoeducador

Site: http://voltaasaulascis.com.br


Comentários
1
Compartilhe este post
Pin It

Olá mamães hoje trago um alerta sobre um ocorrido com um irmão gêmeo o qual um ficou preso embaixo de uma cômoda.

Muitas vezes achamos que o quarto é seguro e damos aquela saidinha rápida para ir ao banheiro, olhar a panela que está no fogo ou até mesmo atender a porta.

Depois de assistir a esse vídeo seu pensamento irá mudar no que você acha que está seguro ou não em sua casa

Bebê de 2 anos salva irmão gêmeo preso debaixo de cômoda

IRMÃO GÊMEO

Um bebê de 2 anos salvou a vida de seu irmão gêmeo após a cômoda do quarto deles cair em cima do menino. Brock Shoff estava brincando quando o móvel desabou e, de maneira impressionante, o irmão Bowdy calculou a melhor forma e conseguiu retirá-lo.

O vídeo, divulgado pelo pai dos bebês Ricky Shoff no domingo, no Facebook, é um alerta para os pais porque bebês podem morrer em acidentes assim. “Estava um pouco hesitante sobre este post. Mas sinto que não é só para trazer a consciência, mas também é incrível. Estamos tão gratos pelo vínculo que estes irmãos gêmeos compartilham. Sabemos que Bowdy não estava sozinho em mover a cômoda de Brock. E me sinto abençoado que ele está bem. Por favor, certifique-se de todos as suas cômodas estão aparafusadas e fixadas à parede. Por favor, compartilhe”, escreveu o pai ao compartilhar o registro impressionante.

 

 

E os acidentes são mais comuns do que se imagina. Segundo a institução Meghan’s Hope, criada por uma mãe que perdeu a filha de 3 anos num acidente assim, mais de 25.400 crianças são feridas a cada ano por queda de móveis, televisores ou eletrodomésticos. Para se ter uma ideia do perigo, mês passado a fabricante de móveis Ikea pagou 50 milhões para os pais de três crianças que morreram depois que cômodas caíram sobre elas.

Esse alerta me fez repensar e analisar algumas coisas aqui em casa.

Fonte: https://goo.gl/2549O0


Comentários
3
Compartilhe este post
Pin It

07 dicas para viajar com bebê nas Férias

2017: Sete dicas para quem vai viajar com bebê nessas férias

VIAJAR COM BEBÊ

07 dicas para viajar com bebê nas Férias

Olá mamães fim de ano chegando, vai viajar com bebê, trago algumas dicas para você saber como se organizar com a viagem

Pois afinal de contas fim de ano é a época perfeita para viajar em família, porém viajar com bebê exige algumas preparações para garantir assim uma viagem sem surpresas.

Do desconforto dentro do avião a contatos de emergência e caixinha de remédios, Dr. Jofre Cabral, pediatra e neonatologista da Perinatal, dá algumas dicas e soluções para os problemas mais comuns que podem acometer quem está planejando colocar o pé na estrada pela primeira vez com o bebê. Confira!

Pediatra da Perinatal ajuda na preparação da bagagem dos pequenos aventureiros

1) No avião

Nos procedimentos de decolagem e pouso é comum que a criança sinta a pressão no ouvido e isso lhe cause desconforto. “O movimento de sucção ao mamar, geralmente, é o suficiente para aliviar esse problema. Caso a criança continue reclamando, fazer calor no ouvido, com a própria mão ou uma cobertinha, para diminuir essa pressão,”.

2) Farmácia

Dr. Jofre sugere uma consulta antes da viagem para ver se o bebê precisa de algum medicamento específico. “Para os casos mais comuns, é recomendado um antitérmico e um termômetro para febre, mordedores para os dentinhos, soro fisiológico, creme para assaduras, filtro solar, pinças pequenas para o caso de farpas ou ferrões de insetos, pomadas cicatrizantes, gaze, tesourinha, esparadrapo para feridas e remédio para gases. Antibióticos são desnecessários e todos os medicamentos prescritos precisam ser transportados juntos com suas receitas”.

3) Sol e estrada

“Para crianças acima de seis meses de idade é sempre importante aplicar o filtro protetor solar e respeitar os horários de exposição segura ao sol – antes das 10h e depois das 16h. Caso ele seja um pouquinho mais novo, não pode usar protetor e, por isso, o cuidado é ainda maior. Leve um chapéu, fique na sombra e não permita que o bebê fique exposto por mais que 15 minutos. Em viagens de carro, é bom cobrir as janelas para evitar que o sol atinja o bebê. Para viagens a locais frios e nevados, roupa adequada e manteiga de cacau, para proteger os lábios”.

4) Emergências

Para evitar sustos, o médico sugere levar o telefone do pediatra e dos contatos de emergência, não esquecer a carteirinha do plano e ter conhecimento dos hospitais mais próximos da região em que ficará hospedado. “Também sugiro que as mães saibam fazer soro caseiro para o caso de desarranjos intestinais”. A receita recomendada pelo UNICEF é: uma medida rasa de sal da colher padrão para duas medidas rasas de açúcar em um copo com água. A colher padrão é distribuída gratuitamente nos postos de saúde e farmácias populares.

5) No hotel

Dr. Jofre sugere também que a mãe fique atenta às cozinhas dos hotéis, para verificar a possibilidade do preparo rápido de refeições específicas para a criança ou ainda se permitem que a mãe possa preparar a comida do bebê. Em relação à amamentação, a orientação é não carregar o leite. “O melhor meio de transporte do leite é dentro do seio. Mas, caso ela deseje levar, lembro que o leite deve ser conservado na geladeira por 24 horas. Se congelado, dura até 15 dias”.

6) Na estrada

Em viagens de carro, a segurança fica em primeiro lugar. “A cadeirinha com o cinto de segurança adequado é fundamental para o transporte do bebê e a mãe deve retirá-lo dela com o carro totalmente desligado. Os pais devem também garantir que haja cintos disponíveis para todos da família e programar paradas a cada três horas para olhar o bebê ou a cada vez que ele reclamar”.

7) Turistando

Na cidade, o pediatra dá algumas dicas para o dia. “Bebês mais novos podem ficar tranquilamente no canguru ou no sling, desde que estejam confortáveis. Já crianças mais velhas, terão mais liberdade se caminharem. Recomendo também aos pais que levem um edredom pequeno ou uma toalha mais grossa para o caso de querer colocar a criança na grama ou na areia. Dessa forma, podemos evitar surpresas como mordidas e/ou picadas de animais e insetos.”.

Fora isso, uma ótima viagem em família!

Fonte : Assessoria de Imprensa


Comentários
0
Compartilhe este post
Pin It