“Respeite a mãe do seu filho. Ela é um tipo de ser humano especial”, disse Tony

O papai Tony Emms fez um post emocionante no Facebook sobre sua noiva Charlotte Sperry. Eles tornaram-se pais recentemente e Charlotte optou por deixar de trabalhar para ficar com o filho.

MÃE DO SEU FILHO

Tony escreveu sobre a nada fácil tarefa de ser mãe em tempo integral e sobre sua admiração por Charlotte. Confira o lindo post:

Cuide bem da Mãe do seu filho

“Eu às vezes não dou a esta mulher o crédito que ela merece. Quando eu chego do trabalho ela está sempre cansada. Mas fui eu que trabalhei o dia todo, não deveria ser eu quem está cansado? Mas então parei para pensar no que esta mulher faz enquanto eu estou fora. Claro que ela fica o dia inteiro assistindo televisão com o bebê, certo? ERRADO! Quando eu saio para o trabalho, ela teme ter que acordar também e começar a série de coisas que ela precisa realizar. Ela então é acordada pelo bebê, que levanta com fome. Ela também está com fome, mas quem come primeiro é o bebê. Depois ela se senta e brinca com o bebê. Então, ela troca uma fralda bem nojenta e brinca novamente. O bebê dorme. Perfeito! Agora a mamãe pode tirar um cochilo. Não, ela tem que lavar a roupa, limpar os brinquedos do bebê e lavar a louça do dia anterior.  Então o bebê acorda e está com fome novamente, e a mamãe, que ainda não tomou o café da manhã, já precisa fazer o almoço. Após o almoço, o bebê quer atenção e quer brincar, lembre-se, a mamãe ainda não comeu. Toda a limpeza que ela fez antes acaba, pois o bebê espalhou seus brinquedos por todos os lugares.  Eu chego do trabalho e fico incomodado que a mamãe não fez nada do que tinha pretendido, apesar de ela ter trabalhado o dia todo para garantir que o bebê ficasse saudável e feliz. Se algum outro pai por aí tem essa mesma sensação que eu, lembre-se de tudo que as mães fazem no dia. Respeite a mãe do seu filho. Ela é um tipo de ser humano especial que desistiu de muita coisa para criar o seu bebê. Eu realmente amo esses dois dormindo e ambos merecem o seu descanso”.

 


Comentários
0
Compartilhe este post
Pin It

Vazamento da fralda do bebê como evitar

Saiba os cuidados importantes que previnem o vazamento da fralda do bebê

VAZAMENTO

Foto: Story of This Life

Vazamento pelas costas do bebê

Quando fica um espaço entre a fralda e as costas do bebê;

A fralda sai de posição devido aos movimentos do bebê;

A fralda fica mais alta na frente do que na parte de trás;

Como evitar:

Ao colocar a fralda no seu bebê, certifique-se de que a parte de trás está mais alta do que a da frente. E ao colocar a fralda, cole as fitas um pouco inclinado para baixo. Certifique-se ainda de não deixar grandes espaços entre as costas do bebê e a fralda.

Vazamento pelos lados

As dobrinhas da fralda ao redor da perna do bebê estão dobradas para dentro;

A fitinha para colar a fralda está fora da área posicionada;

As fitinhas estão tortas em ambos os lados.

Como evitar:

Deixar as dobrinhas da fralda ao redor da perna do bebê abertas para fora. Estique bem as fitinhas da fralda antes de colocá-las no bebê e se você notar que mesmo assim elas continuam assimétricas, tortas, é preciso trocar por fraldas maiores.

Vazamento pelas coxas

As dobrinhas das fraldas ao redor da área interna das coxas e genitais estão dobradas para dentro;

Existe um espaço entre a coxa e a fralda, este espaço pode ocorrer especialmente quando o bebê é colocado na cadeirinha para auto;

Como evitar :

A fralda deve estar alta o suficiente para chegar até a área do umbigo. Ajuste as fitinhas em torno da área da perna de modo que fique correta na área da virilha. Certifique-se de que as dobrinhas da fralda ao redor das áreas internas da coxa e virilhas estejam bem abertas para fora.

Vazamento pela barriga

A área da cintura da fralda está muito solta;

Quando o bebê dorme com a barriga para baixo;

No caso de bebês meninos, este vazamento pode ocorrer porque o pênis está apontado para cima;

Como evitar :

É importante que a parte de trás da fralda esteja mais alta do que a frente. Contudo, a parte da frente também deve ter uma altura boa. Cole a fitinha levemente inclinada para baixo. Se o bebê for menino, lembre-se se deixar o pipi para baixo.


Comentários
0
Compartilhe este post
Pin It

Câncer de colo do útero!

Você com certeza já ouviu falar em alguém que teve alguma alteração em seus exames de Papanicolau.

Mas será que qualquer alteração é motivo de alarme?

Hoje, aqui no blog Mamãe de Duas Oficial, Dr. Bruno Jacob fala sobre o temido câncer de colo do útero!

No Brasil é o terceiro câncer mais comum em mulheres, perdendo apenas para pele e mama.

São registrados 500mil novos casos por ano no mundo e leva 230.000 a óbito por ano, segundo o INCA.

Esses números são de assustar, principalmente se tratando de uma doença tão facilmente previnível.

No Brasil existem cerca de 6 milhões de mulheres, entre os 25 e 45 anos, que nunca realizaram exame de Papanicolau na vida.

O exame de papanicolau, ou colpocitologia oncótica, é rapido, simples e barato. Ele consegue indentificar lesões no colo do útero que podem vir a se tornar lesões malignas no futuro, e uma vez descobertas precocemente, o tratamento é muito mais eficaz.

A OMS preconiza que todas as mulheres a partir dos 25 anos realizem o exame preventivo anualmente, caso dois exames consecutivos sejam negativos, o acompanhamento pode ser trimestral.

A idéia é identificar lesões causadas pelo HPV, que é responsável por 99% dos casos de câncer de colo do útero.

CÂNCER

Mais sobre o Câncer de colo do útero e HPV:

Papilomavírus humano, o HPV, vírus que possui sua principal transmissão por via sexual e coloniza pele e a mucosa (pênis, vagina, ânus, boca e colo do útero por exemplo).

Esse vírus, responsável por 99% de todos os casos de câncer de colo de útero, é mais comum do que se imagina, estima-se que no Brasil 2 milhões de novos casos de HPV são registrados todos os anos!

 

🙋🏻Fiz o exame, descobri que tenho HPV. E agora doutor?🙋🏻

Ainda não há cura para esse vírus , mas há controle, e deve-se realizar rigorosamente para evitar as complicações que o vírus acarreta.

➡️SINTOMAS:

A grande maioria das infecções por HPV não apresenta sintomas, a paciente apenas descobre no exame de rotina com o ginecologista.

Quando presente, o principal sintoma são as verrugas genitais, que podem estar na vulva, no períneo, no ânus e em outras áreas. E

➡️VACINA:

As evoluções na biomedicina permitiram a criação de uma vacina para prevenção do HPV, o ideal é que se vacine as meninas entre 9 e 13 anos e idade.

Atualmente também é possível vacinar meninos de 12 a 13 anos.

➡️TRATAMENTO:

Como foi dito, o HPV em sí não possuí cura, mas possui controle.

No caso das verrugas genitais elas podem ser cauterizadas com laser ou ácido, porém sempre existem chances das lesões aparecerem novamente, com necessidade de novas cauterizações.

Caso você tenha alguma alteração no Papanicolau o seu médico solicitará uma colposcopia que é realizada com auxílio de uma lupa esse exame avalia as lesões na vulva e no colo do útero, e a captura híbrida que mostra se a mulher teve o contato com o vírus, e mostra os subtipos.

A fragmento retirado na colposcopia passa por uma biópsia, e ela mostrará o risco cancerígeno das células do colo.

Se confirmado câncer, o tratamento pode ser feito com cirurgia, na qual é retirado o útero por completo, juntamente com outras estruturas adjacentes. O acompanhamento pós cirurgia é feito com exames de imagem, afim de rastrear metástases da doença.

O índice de cura é alto.

Realize papanicolau todo ano

Cuide-se e na dúvida procure seu médico.

 

Por Dr. Bruno Jacob
Instagram: @drbrunojacob
www.facebook.com/drbrunojacob

PLACA


Comentários
0
Compartilhe este post
Pin It

A história de um pai que foi buscar a filha na escola com as calças molhadas na região frontal, como se tivesse urinado, ganhou repercussão nas redes sociais. Ben Sowards, na verdade, simulou o “acidente” para que a pequena Valerie, de 6 anos, que tinha acabado de passar pelo problema na escola, não se sentisse mal.

PAI

Foto: @LucindaSowards

A menina aguardava, aos prantos, que a levassem para casa quando se deparou com o ato solidário e engraçado do pai. Ao chegar lá, ele logo pediu a mochila da filha emprestada para esconder seu suposto problema.

Irmã mais velha de Valerie, Lucinda Sowards publicou fotos do ocorrido, no Twitter, e já recebeu cerca de 250 mil likes.

“Minha irmãzinha teve um acidente hoje no jardim de infância e este foi o jeito que meu pai saiu para buscá-la para que ela não se sentisse triste ou envergonhada”, disse a jovem, na rede social.

Relato do PaiPaiQuando a filha de 6 anos de Ben Sowards, Valerie, fez xixi na calça na escola esta semana, o pai de Utah derramou água na frente de suas próprias calças e foi para a escola para animá-la.

“Eu entrei na escola … caminhei ao lado de Valerie, que estava sentada, olhando para o chão, e eu coloquei meu braço ao redor dela e eu disse: ‘Valerie, posso ter sua mochila? Eu preciso cobrir até este acidente “,” Soward recordou em uma entrevista em vídeo que ele compartilhou com HOJE. “E ela só olhou para mim com o olhar perfeito – apenas descrença – e nós começamos a rir.”

Não é o que você faz que importa e sim como você faz, que o exemplo desse pai se torne uma rotina na vida de muito, uma ótima lição e reflexão para nossas vidas como pais.

Espero que tenham gostado da matéria, deixem seus comentários falando o que achou da atitude desse pai.

Fonte: https://goo.gl/nMCvUi

Comentários
1
Compartilhe este post
Pin It