Seeding nova técnica você conhece?

Olá mamães, achei um assunto interessante é o Seeding já ouviram falar ou leram sobre o assunto? Até então não conhecia esse termo.

SEEDING

Crianças nascidas de cesárea têm imunidade mais baixa (Foto: Shutterstock)

O Seeding é um método que as mães passam fluidos vaginais em bebês nascidos por cesáreas para aumentar a imunidade.

E essa prática tem causado polêmica entre as mães, principalmente em alguns países da Europa e na Austrália. Será que funciona?

Um novo hábito tem dado o que falar entre as mães: o “seedind” (ou “semeadura”, em português). De acordo com informações publicadas em diversos veículos de comunicação principalmente no Reino Unido e na Austrália, mulheres que tiveram seus bebês por cesarianas passam fluidos vaginais na boca, no rosto e no corpo dos seus recém-nascidos.

A prática seria uma tentativa de aumentar a imunidade dos bebês nascidos de cesariana, já que estudos indicam que crianças nascidas em partos normais têm maior resistência a algumas doenças, devido ao contato com a flora bacteriana do canal vaginal da mãe, durante a passagem.

Para Maria Glória Dominguez, professora associada em medicina na New York University, que lidera uma pesquisa sobre o assunto, a tendência tem mostrado resultados positivos. As conclusões do estudo ainda não foram oficialmente publicadas, mas a professora  garante que há aumento da imunidade, embora não se equipare aos níveis observados entre os bebês nascidos de parto normal.

Sobre a técnica do  Seeding

A técnica, chamada de semeadura, consiste em pegar um pedaço de gaze embebida em soro fisiológico estéril, dobrá-la como um tampão e inseri-la na vagina da mãe.

Após uma hora, imediatamente antes do parto, a gaze deve ser retirada e colocada em um recipiente estéril. Assim que o bebê nascer, os fluidos devem ser aplicados na boca, face e posteriormente no corpo da criança.

“Realmente, tem se notado que a via de parto pode ter diversas repercussões durante a infância e até mesmo na vida adulta. Uma delas, justamente, é a passagem do feto pelo canal de parto. Estudos mostram que este contato com as bactérias da secreção vaginal ajuda na formação do sistema imunológico e que, consequentemente, crianças que nascem via cesárea estariam mais predispostas a ter alergias, doenças respiratórias e com componente autoimune, como a diabetes tipo 1. Estes estudos só mostram ainda mais a importância do parto vaginal, que deve ser cada vez mais encorajado”, explica o especialista. Um ponto importante é ressaltado pelo médico: “Não existem provas de que passar a secreção vaginal nos recém-nascidos que nasceram de cesárea tenha o mesmo efeito e que isto não possa ser prejudicial para o bebê”. Wagner Hernandez, diretor do Centro Obstétrico do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

E ai mamães o que acharam da técnica vocês fariam ?

Fonte: Crescer


Comentários
2
Compartilhe este post
Pin It

Fernanda Gentil comemora seu primeiro Dia das Mães

Fernanda comemora o seu dia das mães com uma linda surpresa. ‘O mundo parou e nada mais importou no momento em que ele deu a primeira engatinhada‘, diz sobre o filho Gabriel

COMEMORA

Fernanda Gentil e Gabriel

O nascimento do filho, Gabriel, há oito meses, fez transbordar de amor o coração de Fernanda Gentil, que já conhecia esse sentimento com o afilhado Lucas, de 8 anos. A mãe do menino, que era tia de Fernanda, morreu quando ele tinha cerca de 1 ano e meio e desde então a jornalista passou a dividir a guarda dele com o pai.

COMEMORA

Fernanda Gentil com o afilhado Lucas e o filho Gabriel

A maternidade tem reservado à apresentadora do Globo Esporte RJ alegrias que só quem é mãe conhece bem. Nesta quinta-feira, 5, às vésperas do seu primeiro Dia das Mães, Fernanda teve mais um motivo para sorrir e comemora. “Todo dia é uma lição diferente. A de hoje foi que o mundo parou e nada mais importou no momento em que ele deu a primeira engatinhada essa manhã”, festejou ela sobre os primeiros movimentos de Gabriel rumo à independência.

Fernanda conta que a chegada do filho a fez ficar mais exigente consigo mesma. Segundo a jornalista, Gabriel a faz buscar o que há de melhor nela e a obriga a se esforçar para se aperfeiçoar cada vez mais. Acontecimentos que até então passavam indiferentes a Fernanda, agora a emocionam. “A capacidade de me emocionar com um simples sorriso das crianças, um abraço entre Lucas e Gabriel, uma conversa deles, um olhar entre eles, ou só de observar o momento em que dormem… Eu comecei a buscar dentro de mim, com mais vontade ainda, a melhor Fernanda que eu posso ser”, declara.

Limites sempre

Apesar de aparentar ser essa “manteiga derretida”, Fernanda garante que é uma mãe que impõe limites ao filho. “Pra mim é tudo questão de botar na balança. Não quero ser tão liberal a ponto de empurrá-lo do bungee jump e nem muito controladora para ter que pular com ele, por exemplo. Isso vale para todos os aspectos da vida. Acho importante a gente dar votos de confiança, mas é muito diferente do ‘se atirar nas aventuras da vida’. Tem muita aventura traiçoeira, e por isso tem que ter um fio condutor, um parâmetro, um limite.”

Pais em sintonia

Mesmo separada do empresário Matheus Braga, pai de Gabriel, a apresentadora afirma que os dois mantêm uma boa relação e discutem juntos o futuro do filho. Fernanda sabe que, hoje, as atitudes dela e de Matheus é que vão guiar a formação do caráter do menino. “É primordial eu e Matheus entendermos – e conversamos sempre muito sobre isso – que as minhas atitudes e as dele não são mais só nossas: elas agora influenciam diretamente na formação do caráter do Gabriel. Tudo o que o Gabriel ouvir e vir de mim e do pai, ele vai fazer, e mais: vai achar que é o certo. Com o tempo ele vai entender que a gente também erra – e espero que nos perdoe por isso – mas até lá o esforço tem que ser todo nosso de errar o mínimo possível, para que ele seja a melhor pessoa possível.”

 “Meu maior medo é ele não se tornar um homem digno, de palavra, correto e honesto com os valores que sei que ele vai receber de mim e do pai dele.” Questionada sobre com quem o filho mais se parece no quesito temperamento,  ela é categórica: “Acho que ele pegou o melhor de nós dois, que é o sorriso largo e fácil”. Ninguém duvida, Fernanda! Comemora.


Comentários
0
Compartilhe este post
Pin It

Deborah Secco faz relato sincero sobre a maternidade

Olá mamães, a atriz Deborah Secco, faz um relato sensível e corajoso da experiência mais incrível da sua vida, que é a maternidade.

DEBORAH SECCO

Deborah Secco posa com Maria Flor

“É como se eu tivesse aberto mão de mim. É confuso e intenso, senti uma tristeza. Mas tudo se ajeita, e o amor só cresce…”, desabafa Deborah Secco,

Para ela, romper com idealizações e cobranças são serviço de utilidade pública! Por isso que você está lendo agora é bem isso: um relato sensível, corajoso e sincero da experiência mais incrível da vida dela.. #somostodosDeborah, agora mais que nunca!

Segue agora um pouco dessa entrevista maravilhosa para a revista Glamour:

G: Sério? Vocês se revezam nos cuidados, é isso?

DS: Minha mãe ajuda bem. E Hugo e eu fizemos cursinho pra aprender a trocar fralda, isso tudo. Uma coisa legal que fazemos desde que chegamos da maternidade é dar banho nela no chuveiro. Como não consegui amamentar muito tempo, porque não tive leite e depois

enfrentei uma mastite [inflamação da mama] bem chata, acho uma delícia criar nosso vínculo agarradinhas no chuveiro. É um laço afetivo muito lindo que se forma nesses momentos. No mais, tento criar sem dramas.

G: O primeiro mês com um bebê é o mais, digamos assim, desafiador. Como foi pra você?

DS: Complicado. Ninguém me avisou que a criança não dá amor no primeiro mês! Ainda mais no meu caso, que não amamentei. Sentia que qualquer pessoa que estivesse ali trocando fralda, dando banho e mamadeira, pra ela estava bom. É uma dedicação absurda, o bebê demanda de três em três horas cronometradas. Aí você sente que dá muito e não recebe nada em troca. É frustrante.

G: Sua gravidez foi bacana?

DS: Fui uma grávida muito chata. Tive muita oscilação de humor. Fiquei muito carente e chorosa. O Hugo falava que 24h não eram suficientes pra mim, eu queria mais dele e de todo mundo. Basicamente, fiquei como na TPM, só que por nove meses [risos]. Mas também tem

uma parte linda: quando o bebê mexe dentro da barriga. Disso sinto falta, de saber que ali ela era só minha.

G: É muito louco o papel do pai nessa primeira fase, né?

DS: Muito! Mas, olha, o Hugo me surpreendeu demais. Ele é jovem [26 anos] e se mostrou mais maduro que eu. Ter ele ao lado me deu tanta força. Hugo me disse todos os dias da gravidez que eu estava linda – eu sabia que eu não estava linda, sabe assim? Duvido que uma grávida se sinta linda, como algumas dizem por aí. É delicioso sentir o bebê, claro, mas linda, linda… isso não.

G: Foi uma gestação planejada?

Não. Parei de tomar pílula pra congelar meus óvulos, porque todas as minhas amigas estavam com dificuldade de engravidar, e o médico falou que o ideal era congelar com 35. Pra fazer o procedimento, tinha que ficar durante seis meses sem anticoncepcional. Aí, por causa de uma camisinha furada, Maria nasceu.

G: Você lembra o dia em que ela foi concebida?

DS: 28 de março de 2015. Eu estava no meu primeiro dia fértil. Coloquei as pernas pra cima porque dizem que isso aumenta as chances de ser menina. Aí a gente ficou um tempão brincando: “Será que Maria já está aqui?”.

G: Você se cobra muito pra ser uma mãe perfeita?
DS: Vou ser a melhor mãe do mundo pra Maria porque sou a única. Vou tentar sempre ser o melhor que posso, mas vou errar, sou humana.

Fonte:http://goo.gl/hdIfsx


Comentários
0
Compartilhe este post
Pin It

Quando pensamos em decorar o quarto infantil, muitas ideias surgem. Pois é nele que as crianças passam a maior parte do seu tempo. Então nada melhor do que deixar a imaginação rolar solta e usar a criatividade. Se estava querendo inspirações para o quarto do seu filho, então está no lugar certo.

Depois de muitas pesquisas e informações, relato aqui algumas dicas e ideias criativas para decorar o quarto infantil com lindas fotos

Dicas e ideias criativas para decoração de quarto infantil

A primeira observação que deve fazer é adequar o quarto dos pequenos de acordo com o personagem que eles mais gostam, indo de encontro com os interesses e gosto dos pequenos.

Nada de fazer um quarto maravilhoso que os pais amam e as crianças não se interessem.

Uma dica muito boa é conversar com seu filho para saber qual cor ele mais gosta, caso ainda não tenha essa percepção, observar de acordo com os personagens por exemplo “Barbie” cor predominante rosa e lilás, ou “Carros” a cor vermelha e azul.

Brinquedos como urso de pelúcia, bonecos, também conta muito nessa hora.

Outra ideias é o quarto temático muito lindo por sinal. Por exemplo, um quarto de princesa, com uma cama rosa, tenda de brincadeira, e  móveis relacionados com o tema princesa, irá fazer delirar as meninas.

Pinturas nas paredes com desenhos e imagens é uma forma criativa de tornar o quarto do seu filho lindo e interessante. Exemplos florestas, animais, jogo de futebol, os planetas, etc.

Os adesivos nas paredes são bem vindos hoje você encontra cada um mais lindo que o outro, são fáceis de usar e colocar. Fantástico.

Inspirações para o quarto infantil

QUARTO INFANTIL

Decoração para quarto

QUARTO INFANTIL

QUARTO INFANTIL

Decoração para quarto

QUARTO INFANTIL

Decoração para quarto

QUARTO INFANTIL

Decoração para quarto

Decoração para quarto

QUARTO INFANTIL

Decoração para quarto

Decoração para quarto

Decoração para quarto

Decoração para quarto

Então essas foram minhas dicas para decorar o quarto dos pequenos sem errar na hora de fazer. Espero que tenham gostado. Linda semana bjs


Comentários
3
Compartilhe este post
Pin It