Essa história vai te comover pois uma mãe leva uma gestação até o fim para que outras crianças tenham saúde.

GESTAÇÃO ATÉ O FIM

Saber que aquele bebê que você está carregando na barriga e gerando com todo o amor e carinho não vai conseguir sobreviver após o nascimento é, certamente, a pior notícia que uma mãe pode receber.

A sensação de perder o chão e de procurar uma explicação que não se encontra em lugar algum é angustiante – uma tristeza que demora mesmo a passar. Mas, às vezes, é em meio a dor que nasce a vontade de fazer algo bom por outras pessoas, assim como aconteceu com Keri Young, que mora em Oklahoma, nos Estados Unidos.

Na 19ª semana de gestação, o esperado ultrassom que revelaria o sexo do bebê mostrou uma condição terminal, já que a pequena não possui cérebro. O motivo de dar continuidade à gestação? Keri quer que seu bebê se desenvolva para poder doar seus órgãos e salvar outras vidas.

Por que levar a gestação até o fim

“Eu lembro da nossa médica colocando a mão no ombro da Keri e dizendo ‘Querida, você é tão corajosa por dizer isso’. Como se quisesse dizer ‘que legal, mas por favor, não’. Keri estava falando sério”, escreveu Royce. “Então eu estava lá, abatido e com o coração partido, mas de repente parece que eu saí daquela situação e pude só observá-la admirado.Eu era um espectador da minha própria vida, assistindo a uma super-heroína encontrando os seus superpoderes. Literalmente no pior momento da vida dela, ao descobrir que sua filha vai morrer, ela levou menos de um minuto para pensar em outras pessoas e em como ela poderia ajudá-las. É uma das coisas mais poderosas que eu já vivi”.

Keri também se manifestou na rede social em uma série de posts comoventes falando sobre o assunto. “Essa não foi uma decisão fácil. Pelas próximas 20 semanas eu vou senti-la chutar, ter soluço e a gente vai poder ouvir as batidas perfeitas do coração enquanto sabemos que só teremos algumas poucas horas com ela após o nascimento”, escreveu. “Eva vai ter uma vida, ainda que seja curta. Ela vai doar tudo que puder e vai fazer mais durante seu tempo na Terra do que eu jamais farei”, disse a mãe.


Comentários
2
Compartilhe este post
Pin It

Enxoval do bebê lista completa

Lista de Enxoval do Bebê

Veja nossa lista de enxoval de bebê com os itens que não podem faltar. Você pode imprimir a lista e levar com você para não esquecer de nada.

Toda roupa deve ser de algodão, de preferência, devendo ser lavadas sem exceção, com sabão neutro ou sabão de coco, não colocar nada no enxague para deixar com cheirinho, pois seu bebê pode ser alérgico.

ENXOVAL DO BEBÊ

Enxoval do bebê

Abaixo você encontra duas  sugestão de enxoval de roupinhas para o bebê, uma sugestão é para bebês que nascerão e viverão os primeiros meses em locais quentes e a outra é para os que nascerão no inverno e principalmente viverão em locais mais frios, como os estados do sul do Brasil.

Opção 1 – Enxoval de roupinhas para bebês que viverão em locais onde predominam as Temperaturas Mais QUENTES:

Para Recém- Nascidos

(do nascimento até 30 dias de vida)

quantidade        item      tamanho

6             body manga curta           RN / PP

3             body manga longa          RN / PP

4             calça (culote/mijão) com pé ou sem pé                RN / PP

2             macacão longo RN / PP

2             casaquinho        RN / PP ou P

3             pares de meia   RN / PP

1             saída maternidade         RN

Bebês prematuros: as peças RN poderão ficar muito grandes, procure por marcas que possuem o tamanho prematuro.

Tamanho RN ou PP são o mesmo tamanho. Algumas confecções adotam RN outras PP.

Para Bebê entre 1 mês e 3 meses

quantidade        item      tamanho

8             body manga curta           P

2             body manga longa          P

6             calça (culote/mijão) com pé ou sem pé                P

4             camiseta manga curta   P

2             camiseta manga longa  P

6             macacão curto  P

2             macacão longo P

3             pares de meia   P

Normalmente o tamanho P serve para bebês de 1 a 3 meses de idade.

 

Para Bebê entre 3 mês e 6 meses

quantidade        item      tamanho

6             body manga curta           M

2             body manga longa          M

6             calça (culote/mijão) com pé ou sem pé                M

4             camiseta manga curta   M

2             camiseta manga longa  M

6             macacão curto  M

2             macacão longo M

6             pares de meia   M

Normalmente o tamanho M serve para bebês de 3 a 6 meses de idade.

Para Bebê entre 6 mês e 9 meses

quantidade        item      tamanho

6             body manga curta           G

2             body manga longa          G

6             calça (culote/mijão) com pé ou sem pé                G

4             camiseta manga curta   G

2             camiseta manga longa  G

6             macacão curto  G

2             macacão longo G

6             pares de meia   G

Normalmente o tamanho G serve para bebês de 6 a 9 meses de idade.

 

Opção 2 – Enxoval de roupinhas para bebês que viverão em locais onde predominam as Temperaturas Mais Frescas ou FRIAS:

Para Recém- Nascidos

(do nascimento até 30 dias de vida)

quantidade        item      tamanho

6             body manga longa          RN / PP

6             calça (culote/mijão) com pé ou sem pé                RN / PP

4             macacão longo RN / PP

2             casaquinho        RN / PP ou P

3             pares de meia   RN / PP

1             saída maternidade         RN / PP

Bebês prematuros: as peças RN poderão ficar muito grandes, procure por marcas que possuem o tamanho prematuro.

Tamanho RN ou PP são o mesmo tamanho. Algumas confecções adotam RN outras PP.

Para Bebê entre 1 mês e 3 meses

quantidade        item      tamanho

6             body manga longa          P

6             calça (culote/mijão) com pé ou sem pé                P

6             macacão longo P

3             pares de meia   P

Normalmente o tamanho P serve para bebês de 1 a 3 meses de idade.

Para Bebê entre 3 mês e 6 meses

quantidade        item      tamanho

2             body manga curta           M

8             body manga longa          M

8             calça (culote/mijão) com pé ou sem pé                M

6             macacão longo M

6             pares de meia   M

Normalmente o tamanho M serve para bebês de 3 a 6 meses de idade.

Para Bebê entre 6 mês e 9 meses

quantidade        item      tamanho

2             body manga curta           G

8             body manga longa          G

8             calça (culote/mijão) com pé ou sem pé                G

6             macacão longo G

6             pares de meia   G

Normalmente o tamanho G serve para bebês de 6 a 9 meses de idade.

Escolha a opção 1 ou 2 e depois complete o enxoval com os itens abaixo:

Complementos para o enxoval do bebê

3 babadores

4 viras de mantas

2 mantas de lã

2 mantas de linhas ou algodão

1 cobertor

4 jogos de lençóis e fronhas

2 colchas

1 jogo de protetor de berço

1 travesseiro

3 toalhas felpudas

3 toalhas fraldas

1 dúzia de fraldas de pano (caso você opte por usar as descartáveis, estas servirão de apoio à troca de fraldas, às mamadas e alimentação, etc.)

8 pacotes de fraldas descartáveis tamanho pequeno

8 pacotes de fraldas descartáveis tamanho médio

Troca e banho:

1 creme para prevenção de assaduras

1 fita adesiva (para caso for utilizar as fraldas de pano ou a fralda descartável apresente problema no adesivo)

1 caixa de cotonete

1 escova

1 pente

1 tesourinha romba (arredondada)

1 garrafa de álcool 70%

2 pacotes de algodão

1 pote de lenços umedecidos, ou melhor ainda, tenha uma garrafa térmica com água morna para higiene do bebê

1 sabonete líquido neutro

1 shampoo

1 termômetro

1 lixeira com pedal

1 porta roupas sujas

1 trocador

1 cesta para colocar as miudezas de troca

1 banheira (observando que deve ser de fácil limpeza sem reentrâncias que possam acumular sujeiras)

Quarto:

1 abajur

1 berço com cuidado de medir o espaço entre as grades, que não deve ultrapassar 6 cm

1 cômoda dando preferência a uma que já possa funcionar como trocador

1 mosquiteiro

Passeios:

1 carrinho com Moisés

1 bebê conforto (assento para o bebê) – teste a instalação em seu carro assim que comprar.

2 bolsas (1 pequena e 1 grande com trocador)

Alimentação:

1 cadeirão

1 jogo de prato

1 jogo de talheres para bebê

Espero que tenham gostado das dicas e que te ajudem a fazer um lindo Enxoval do bebê

 


Comentários
0
Compartilhe este post
Pin It

A história de um pai que foi buscar a filha na escola com as calças molhadas na região frontal, como se tivesse urinado, ganhou repercussão nas redes sociais. Ben Sowards, na verdade, simulou o “acidente” para que a pequena Valerie, de 6 anos, que tinha acabado de passar pelo problema na escola, não se sentisse mal.

PAI

Foto: @LucindaSowards

A menina aguardava, aos prantos, que a levassem para casa quando se deparou com o ato solidário e engraçado do pai. Ao chegar lá, ele logo pediu a mochila da filha emprestada para esconder seu suposto problema.

Irmã mais velha de Valerie, Lucinda Sowards publicou fotos do ocorrido, no Twitter, e já recebeu cerca de 250 mil likes.

“Minha irmãzinha teve um acidente hoje no jardim de infância e este foi o jeito que meu pai saiu para buscá-la para que ela não se sentisse triste ou envergonhada”, disse a jovem, na rede social.

Relato do PaiPaiQuando a filha de 6 anos de Ben Sowards, Valerie, fez xixi na calça na escola esta semana, o pai de Utah derramou água na frente de suas próprias calças e foi para a escola para animá-la.

“Eu entrei na escola … caminhei ao lado de Valerie, que estava sentada, olhando para o chão, e eu coloquei meu braço ao redor dela e eu disse: ‘Valerie, posso ter sua mochila? Eu preciso cobrir até este acidente “,” Soward recordou em uma entrevista em vídeo que ele compartilhou com HOJE. “E ela só olhou para mim com o olhar perfeito – apenas descrença – e nós começamos a rir.”

Não é o que você faz que importa e sim como você faz, que o exemplo desse pai se torne uma rotina na vida de muito, uma ótima lição e reflexão para nossas vidas como pais.

Espero que tenham gostado da matéria, deixem seus comentários falando o que achou da atitude desse pai.

Fonte: https://goo.gl/nMCvUi

Comentários
2
Compartilhe este post
Pin It

Atenção pais de todo o Brasil, seus filhos podem estar neste momento correndo risco de morte eminente, isso porque o jogo conhecido como Baleia Azul, induz os adolescentes ao suicídio. Acredita-se que aproximadamente 130 jovens cometeram suicídio seguindo as orientações de um ‘mentor’, as mortes foram registradas na Rússia.

BALEIA AZUL

Baleia Azul: Jogo ligado a suicídio que requer atenção dos pais

Infelizmente o jogo do suicídio chegou ao Brasil e já pode ter feito suas primeiras vítimas, saiba mais aqui.

E são muitos os #Jogos online que provocam os participantes a colocar a vida em risco com desafios absurdos, no dia 16 de outubro de 2016, Gustavo Detter, de 13 anos, morreu no Hospital Ana Costa, na cidade de Santos, litoral de São Paulo, depois de aceitar um desafio online conhecido como “Choking Game” ou Jogo do Desmaio, uma competição que também faz vítimas pelo mundo afora.

De acordo com o portal de notícias online TecMundo, o jogo da Baleia Azul está se tornando viral em todo o mundo e chegou ao Brasil. Por isso os pais precisam redobrar a atenção em relação ao que os filhos estão fazendo na internet.

Como funciona o jogo Baleia Azul (suicídio)?

Este jogo é baseado em desafios, os participantes são instruídos por mentores a cumprirem uma espécie de maratona de 50 dias. Estes mentores seriam pessoas mais velhas, com grande poder de persuasão e que são consideradas cibercriminosos.

As mensagens com os desafios diários chegam para os participantes por volta das 4h20 da manhã de forma direta ou através de mensagens subliminares nas redes sociais. Os desafios são sempre macabros, como por exemplo, assistir por horas a fio filmes de terror, subir em telhados ou estruturas muito altas, automutilação, entre outros. No final dos 50 dias o participante e/ou vítima recebe a tarefa derradeira, onde ele deve tirar sua própria vida.

Como os cibercriminosos agem?

O TecMundo teve acesso a imagens que mostram o mentor ameaçando as crianças e adolescentes com seus dados pessoais, como por exemplo, nome completo, escola onde estuda e até mesmo endereço, dados obtidos de maneira criminosa na internet.

Com os dados em mãos o criminoso faz ameaças aos amigos e família da vítima obrigando-a a participar dos desafios, é desta forma que vem agindo um dos cibercriminosos identificado como Victor Moreira que enviou a seguinte tarefa para uma de suas vítimas: “Primeira tarefa: desenhe uma baleia com estilete no braço, depois tire uma foto quando estiver sangrando e me envie”. Victor afirmou para o participante que caso não recebesse-a foto em 10 minutos, ele seria responsável pela morte de seus amigos e familiares.

É preciso acompanhar de perto seu filho (a) quando estão na internet, fiquem atentos aos sinais de que algo está errado, como por exemplo, falta de apetite, insônia, marcas de violência no corpo, reclusão, baixo rendimento na escola, choro, agressividade, dentre outros.

Isto não é um jogo, é sim uma maneira de cometer um crime hediondo. Se você souber de alguém ou mesmo se você estiver sendo vítima do jogo Baleia Azul, busque ajuda, denuncie à polícia, procure a Delegacia Especializada em #Cibercrime.

As recomendações para as famílias são: monitorar o uso da internet, frequentar as redes sociais dos filhos, observar comportamentos estranhos e, sobretudo, conversar e conscientizar os adolescentes a respeito das consequências de práticas que nada têm de brincadeira. Atenção redobrada com os jovens que apresentem tendência a depressão, pois eles costumam ser especialmente atraídos por jogos como o da Baleia Azul. Também as escolas devem colocar o assunto em pauta e incorporar no currículo, cada vez mais, a educação para a valorização da vida, o respeito pela vida dos outros e o uso consciente das mídias e tecnologias.

Fonte: portal de notícias online TecMundo

 


Comentários
10
Compartilhe este post
Pin It