Lidando com os palpites alheios

Os palpites alheios, são irritantes e cada dia parece que os palpiteiros só aumentam. Não acredito que exista alguém no mundo que não tenha ouvido algum palpite de alguém te dizendo o que fazer ou como fazer algo. Caso exista parabéns você é um sortudo rs

Infelizmente sempre tem alguém disposto a criticar, a te dizer o que você está fazendo errado ou para te sugerir algo que não tem nada a ver.

PALPITES

Chega de tantos palpites

Geralmente são pessoas que não sabem nem o que fazer com a sua própria vida, mas quando é para palpitar ela tem todas as respostas.

E deve ser por isso que ela tenha essa necessidade de dar sugestões não pedidas, pois resolver seus próprios problemas, implica em mudança, força de vontade, dedicação e esforço. O palpite alheio dá menos trabalho e ajuda ao palpiteiro por alguns instantes a esquecer a sua própria tempestade.

Sim eu já cometi esse erro, sem nem perceber que estava fazendo isso, em uma conversa com o esposo dei o meu palpite e não meu apoio. O que fui chamada atenção e foi ai então que minha ficha caiu.

Não seja esse tipo de pessoa mesmo sem querer, estou me policiando muito no que falar e sempre tentando dar uma ajuda e não palpites.

PALPITES

Como lida com esse palpites

E quando somos mães, parece que esses palpites aumentam, pois ouvimos palpites de tudo o que fazemos com nossos filhos, todos acham que sabe  mais do que você como  cuidar e educar seu filho, e com todos esses palpites,  acabamos nos questionando se somos ou não boas mães para os nossos filhos.

Depois de duas filhas, e a maturidade que veio com a idade, aprendi que o que realmente importa é o seu coração, seu instinto como mãe, o que dar certo pra algumas mães pode não dar certo com seu filho. Imagina se todos pensassem igualmente e agissem do mesmo modo. Seriamos robôs rs

Não dê atenção para os palpites alheios, caso contrário, você vai pirar tentando explicar tudo que faz e vai deixar de viver a sua vida curtindo seu filho tentando ser a mãe que todos querem.


Comentários
1
Compartilhe este post
Pin It

Amamentação prolongada dúvidas e mitos que você ainda acredita

Mesmo com todos os esclarecimentos sobre amamentação prolongada, muitas mamães ainda têm dúvidas sobre o assunto e é necessário desmistificar alguns mitos. Até quando devo amamentar ? E qual preocupação devo ter nessa fase da vida do bebê? Estão entre os temas mais pesquisados na net.

amamentação

Amamentação prolongada

As dúvidas aumentam ainda quando as mães optam por prolongar essa fase da amamentação. De acordo com recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), o leite materno deve ser oferecido até, pelo menos, dois anos completos de vida.

Ainda acrescento que não existe nada que impeça a mamãe de amamentar seu filho após os dois anos de idade, desde que o leite materno esteja inserido em uma dieta alimentar equilibrada. O desmame precisa ser consciente e natural, ou seja, uma decisão da mãe juntamente com o bebê.

Existem casos também que da parte da mãe há uma dependência de ainda querer amamentar o filho, se for um caso sério é recomendado um acompanhamento com psicólogos.

Algumas dúvidas sobre amamentação prolongada

Amamentar enfraquece a mãe?

Não enfraquece, se a mãe se alimenta direito. A mãe necessita de 500 calorias durante o período de amamentação e não interfere se o bebê mama 30 minutos ou 1 hora. Alimentos naturais, menos industrializados e manter uma dieta equilibrada é o recomendado.

Existe leite fraco?

Mito. Não existe leite fraco. O leite é o alimento mais indicado para o bebê é completo.

Posso amamentar durante uma nova gestação?

Sim, as mães devem continuar amamentando normal mente. Só existem restrições em casos de risco de aborto ou de parto prematuro. Ao nascimento do outro bebê, o sabor do leite será modificado.

A mamãe que amamenta pode consumir bebidas alcoólicas?

É contraindicado, assim como outras drogas lícitas e também ilícitas.

Espero que tenha ajudado você,dúvidas e sugestões mande um e-mail.


Comentários
1
Compartilhe este post
Pin It

A foto desta mãe abraçando a caçula antes de ter outro filho vai emocionar você

Se você é mãe de dois ou mais, já deve ter estado nessa cena e vivido essa sensação: Momentos finais antes do segundo ou terceiro… Quinto , filho nascer, bate a saudade do relacionamento mãe e filho único ou caçula que você tinha até aquele momento.

Mãe abraçando a caçula antes de ter outro filho

FILHO

Mãe abraçando a caçula antes de ter outro filho vai emocionar você

É algo difícil de descrever, mas que não é comum, de se sentir.  E uma prova desse sentimento foi capturada em foto e expressa exatamente essa ideia de amor.

O registro foi feito pela fotógrafa americana Laura Paulescu que registrou exatamente a hora em que a mamãe de dois Nikki Colquitt está algumas horas para dá luz ao seu terceiro filho.

No hospital e com um barrigão lindo, ela abraça sua filha mais nova de olhos fechados, que em algumas horas se tornaria a filha do meio. “Pura doçura. Último abraço antes de dizer tchau à mamãe e a última vez em que ela iria sentar nesta barriga grande e redonda com a sua irmã ali dentro”, escreveu Laura em sua página no Facebook quando divulgou a imagem.

A postagem viralizou e muitas mães começaram a se identificar e contar as suas próprias experiências.

“Elas [mãe e filha] ficaram daquele jeito por alguns rápidos e doces segundos antes de a garotinha descer do colo e ir brincar com o seu irmão mais velho, sem saber como a sua vida iria mudar naquela noite”, disse a fotógrafa ao jornal britânico Daily Mail.

Apesar de ter ficado surpresa com a repercussão desse registro, Laura entende por que muitas mulheres se comoveram. “É um momento que permanece com você para sempre”, afirmou. “

A arrasadora mistura de alegria e ansiedade, junto à dificuldade de deixar o seu ‘bebê’ ir… Claramente, muitas mamães se relacionam com isso”, comentou a fotógrafa à publicação.

Fonte: http://goo.gl/WcbxxW


Comentários
1
Compartilhe este post
Pin It

Fotógrafa registra o próprio parto

Sempre achei lindo alguém pagar a uma fotógrafa para registrar momentos lindos do parto, agora imagina quando é o seu próprio parto.

O Poder de registrar esse momento é mágico e sem igual pois marca a vida da mulher, é um momento de pura emoção.

FOTÓGRAFA

Registro da própria mamãe

E foi exatamente isso que a fotógrafa, Lisa Robinson-Ward fez, ela já registrou vários momentos em família, como parto humanizado trazendo assim alegria e eternizando o momento delas. Até aí, ok!

Porém essa linda fotógrafa se superou quando teve a ideia de fotografar o seu próprio parto, o primeiro momento de vida da filha. Isso mesmo, durante o parto. Inacreditável né !

FOTÓGRAFO

Quando li essa história o primeiro pensamento foi: “Como que ela conseguiu isso”.Tudo surgiu como uma brincadeira relatou o canal de notícias ABC News, ninguém imaginaria que seria uma realidade.

FOTÓGRAFO

Foi ai então que a fotógrafa Californiana surpreendeu a todos com sua coragem e determinação transformando aquela brincadeira em realidade. Ou falando ainda melhor, em fotografias. E o resultado é emocionante. Veja as fotos.

A fotógrafa tem um momento maravilhoso da sua vida e relata: “Eu estava bem tranquila com o plano”, ela conta ao canal. “Se não desse certo, tudo bem. Mas, felizmente, eu tive um parto sem complicações e uma experiência adorável.”

Desta forma, Lisa congelou para sempre a cena do nascimento da filha do seu campo de visão, transferindo para as imagens um pouquinho do que viu e sentiu. Sem dúvidas, essa foi a maior experiência da vida dela e serão registros para a memória da família e que eu me emocionei muito!

O parto humanizado, no Brasil, é uma nova forma de lidar com a gestante respeitando sua natureza e sua vontade.

No parto humanizado a protagonista é a gestante e seu filho que está para nascer. Tão importante quanto os procedimentos médicos também é a atenção e cuidado com o delicado momento em que mãe e filho estão vivendo.

Uma diferença marcante dessa nova forma de parto são os procedimentos, muitas vezes não necessários, de rotina usada nos hospitais.


Comentários
2
Compartilhe este post
Pin It