Quando surgiu o surto de Microcefalia em bebês por causa do Zika, fiquei preocupada. Como um simples inseto poderia prejudicar tanto.

Para ficar mais informada fui pesquisar mais sobre essa doença que vem afligindo o nosso país.

MICROCEFALIA

Microcefalia em bebês

O que é microcefalia

É uma condição neurológica em que a cabeça e o cérebro da criança é menor comparado a de outras criança da mesma idade e sexo. A microcefalia normalmente é diagnosticada no início da vida e é resultado do cérebro não crescer o suficiente durante a gestação ou após o nascimento.

Uma criança com essa doença pode apresentar atraso mental, dificuldade em andar, problemas na fala, hiperatividade e convulsões. Além disso  as crianças apresentam a cabeça menor que o normal, podendo necessitar de ajudar para comer, tomar banho e andar por exemplo.

MICROCEFALIA

Sessão de Fisioterapia

Como tratar a Microcefalia

A microcefalia não tem cura, e o tratamento pode ser feito com sessões semanais com fonoaudiologia, terapia ocupacional e fisioterapia para estimular e diminui o retardo metal da criança e o desenvolvimento tardio.

Dicas para melhor a vida de uma criança com Microcefalia

Para melhorar a fala, é necessário o acompanhamento de um fonoaudiólogo, além disso os pais devem cantar pequenas canções e falar sempre olhando nos olhos, os gestos ajudam muito.

Fazer fisioterapia essas sessões evitam o atrofiamento e aumentam o equilíbrio. Pilares, alongamentos podem ajudar.

Terapia ocupacional ajuda a criança serem independentes como escovar os dentes sozinhos, tentar comer sozinho entre outras tarefas comuns.

É importante deixa a criança em escolas normais, para que ela possa interagir ao máximo com outras crianças. Brincadeiras em frente ao espelho.

Em alguns casos será necessário o uso de remédios, e em outros a cirurgia, os casos são vastos, não existem apenas um caso isolado, não se pode generalizar, tem crianças que vão se adaptar de uma forma incrível diante dessa doença e outras não.


Comentários
3
Compartilhe este post
Pin It

Exercícios para fazer com o Bebê

Exercícios para fazer com o Bebê

Hoje trago dicas de exercícios para fazer com o bebê, pois qual a mamãe depois da gestação não quer ter o corpo de volta, ou ficar em forma, voltar a usar aquela calça, ou vestir aquele vestido que foi guardado no guarda-roupa há um bom tempo, mais toda vez você que começa uma dieta ou a fazer atividades físicas, lá vem as desculpas, como “não consigo”, “não tenho tempo”, entre outras, mas não fique triste, isso acontece com muitas mulher, e vem acontecendo comigo, mais está na hora de dar um chega pra lá nessas desculpas, pois até mesmo com o baby ao seu lado nesse momento você poderá se exercitar e melhor ainda sem sai de casa.

Estive pesquisando pela net alguns exercícios, pois toda vez que dou inicio as caminhadas eu desisto, então queria fazer algo em casa o qual também dei inicio há meses atrás e parei, mais tudo isso começou a me incomodar, e cai na realidade que estou sedentária demais, imagino que muitas mulheres já tenha lido isso, ou ouvido por ai, se não começar nunca irei fazer nada e se eu parar posso retomar.

Ter um bebê em casa é maravilhoso mais também significa desdobrar-se para desempenhar inúmeras tarefas. Geralmente a mãe não dispõe de muito tempo para se exercitar, ou fazer qualquer coisa, mas existem atividades que podem ser feitas com a participação dos pequenos.

Para isso comece a fazer 3 vezes na semana e a partir do sexto mês do bebê, quando ele começa a sentar sem apoio. Escolha o melhor horário dele, e evite realizar os exercícios quando estiver com as mamas cheias de leite. Pois pode deixar as mamas doloridas e corre risco de traumatismo. Se ele se irritar, ficar chorando pare faça outra hora, até outro dia. Para aquecer, antes de iniciar a série, caminhe por cinco minutos com o bebê no carrinho ou no colo, em casa mesmo se preferir e no caso de ser no colo alterne o braço que segura o bebê a cada um minuto.

exercicios-para-fazer-com-a-ajuda-do-bebe

EXERCÍCIO 1 | PARA TRABALHAR OMBROS E BRAÇOS

Em pé, segure o bebê –que deve estar de frente para você– pelas axilas, com as duas mãos, mantendo os cotovelos grudados na lateral do seu corpo. As pernas devem estar abertas na largura do quadril. Estenda os braços para cima, elevando o bebê acima da sua cabeça, e volte à posição inicial. Tenha cuidado para não chacoalhar muito a criança, para evitar que ela sinta náuseas. Faça duas séries de 12 repetições

exercicios-para-fazer-com-a-ajuda-do-bebe-

EXERCÍCIO 2 | PARA TRABALHAR O ABDOME

Coloque o bebê em um colchonete, sentado ou deitado, e deite-se com a barriga para cima em outro. Posicione a mão esquerda atrás da cabeça e estenda a direita lateralmente. Apoie o pé esquerdo no chão. Para executar o abdominal, flexione a perna estendida e eleve o tronco, de modo que o cotovelo vá em direção ao joelho. Volte à posição inicial. Repita o mesmo exercício alternando pernas e braços. Faça duas séries de 12 repetições para cada lado.

 exercicios-para-fazer-com-a-ajuda-do-bebe

EXERCÍCIO 3 | PARA TRABALHAR OS GLÚTEOS

Coloque o bebê no colchonete e deite-se de frente para ele. Apoie a cabeça no bíceps, flexionando o cotovelo e mantendo as pernas estendidas. Então, flexione o joelho que está em cima em direção ao abdome, e retorne à posição inicial. Ao fim da série, deite-se na outra ponta do colchonete, para não ter de mudar o bebê de posição e continuar olhando para ele. Repita os movimentos. Faça duas séries de 12 repetições para cada lado.

exercicios-para-fazer-com-a-ajuda-do-bebe

EXERCÍCIO 4 | PARA TRABALHAR O PEITORAL E OS BRAÇOS

Deite-se com a barriga para cima com os pés apoiados no chão e coloque o bebê sentado de frente para você, no seu abdome. Segure-o pelas axilas e estenda os braços –levando o bebê para cima– na direção do seu peito. Retorne à posição inicial. Tome cuidado para não chacoalhar muito a criança, pois o movimento pode deixá-la enjoada. Faça duas séries de 12 repetições.

 Exercicios-para-fazer-com-a-ajuda-do-bebe

EXERCÍCIO 5 | PARA TRABALHAR OS ADUTORES E ABDUTORES

Deite-se com a barriga para cima e coloque o bebê sobre o abdome, segurando-o pelas mãos. Estique as pernas, mantendo-as apontadas para o teto. Como se fosse uma tesoura, afaste e una as pernas. Faça duas séries de 12 repetições.

exercicios-para-fazer-com-a-ajuda-do-bebe

EXERCÍCIO 6| PARA TRABALHAR O ABDOME

Deite-se de barriga para cima com os pés apoiados no chão. Coloque seu bebê sobre o abdome e segure-o com as mãos. Deixe as pernas flexionadas e eleve o tronco em direção a ele, como se fosse executar um abdominal. Ao se aproximar da criança, solte o ar no rosto dela, que provavelmente vai se divertir com a brincadeira. Faça duas séries de 12 repetições.

 exercicios-para-fazer-com-a-ajuda-do-bebe

EXERCÍCIO 7 | PARA TRABALHAR O ABDOME

Deite-se de barriga para cima, com as pernas flexionadas e elevadas, formando um ângulo de 90º. Coloque o bebê sobre suas pernas, de barriga para baixo, e segure-o pelas mãos. Mexa as pernas para frente e para trás, em um movimento curto. Mantenha as pernas bem firmes, para que o bebê não balance demais e não sinta náusea. Você pode fazer barulho de avião com a boca, para brincar com a criança. Faça duas séries de 12 repetições

Espero que os exercícios ajudem a chegar a sua meta.


Comentários
7
Compartilhe este post
Pin It

Ansiedade Dicas para controlar Esse Mal

 Ansiedade Dicas para controlar Esse MalAnsiedade

A ansiedade é um problema que muitas pessoas sofrem, eu mesma já fui muito ansiosa e trabalhei isso, tirando  de foco o que me causava ansiedade, um caso aonde ela toma conta do corpo e da mente é quando temos que enfrentar um desafio. Inúmeros hormônios começam a agir, o coração acelera, a transpiração aumenta e até uma súbita dor de barriga aparece, “Quando fui fazer a prova para tirar minha carteira de motorista senti uma dor de barriga súbita”. Essas sensações não podem se acumular demais no corpo, pode extravasar de formas não tão agradáveis. “Algumas pessoas choram, outras gritam e outras ainda partem para a briga, alguns podem ainda adoecer e podem até entrar em depressão” conta os psicólogos.

Certamente não é possível prever os fatos nem ter garantia de que tudo sairá exatamente do jeito que você planejou.  Tenha em mente que passar horas e horas ansioso não trará diferença alguma no resultado. Portanto, procure não dar espaço na sua mente a pensamentos como: “talvez eu encontre uma solução”, “não quero ser surpreendido”, “não quero esquecer alguma coisa”, entre outros. Essas preocupações apenas impedirão que você aproveite as coisas boas que tem no momento presente.ansiedade2

Dicas para reduzir a ansiedade

A hora de dormir é aonde os pensamentos surgem, faça uma anotação em um bloquinho de forma que você leia e reflita;

Faça exercícios físicos, pois eles liberam serotonina, o que dá a sensação de prazer;

 Relaxe de verdade pois vai liberar toda a tensão gerada e vai regular o nível de hormônio ;

Se for possível evite ficar sozinha, claro que é importante que a pessoa fique sozinha e aprenda a lidar com essa situação, mas ficar muito tempo sozinho pode fazer você ficar pensando no assunto que te trás ansiedade. Quanto mais você tiver apoio de outras pessoas, menos se sentirá vulnerável;

Consuma alimentos que combatem a ansiedade como laranjas, banana, e derivados do leite, chocolate ajuda e muito;ansiedade3

Para evitar que a ansiedade não chegue ao ponto de virar um transtorno mais sério, procure marcar uma consulta com um psicólogo e adote alguns cuidados indicados por esses especialistas.


Comentários
22
Compartilhe este post
Pin It

Maizena traz receita de laços Familiares

Maizena traz receita para relembrar laços familiares

 photo unnamed_zpsm8rjke2h.png

 

Para despertar a memória afetiva ligada à lembrança familiar e da infância, há alguns anos, foi criado em inglês um conceito gastronômico que tem se popularizado no Brasil: o “comfort food” – em tradução livre, algo como “comida emocional”. Este conceito faz bem ao coração e às emoções ligadas a ele, a partir de receitas simples, práticas e saborosas. Pensando nisso, Maizena apresenta uma opção que desperta o sentimento de amor e de carinho e combina com esse friozinho gostoso: Bolo de Chocolate.

Além de ser uma receita simples e nostálgica, traz uma sensação ótima de bem-estar. Receitas assim são passadas de geração e geração, criando um laço de amor.

Bolo de Chocolate Com Maizena

Maizena
Ingredientes:
250 g de margarina culinária
1 xícara (chá) e meia de açúcar
4 ovos
1 xícara (chá) de leite
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 xícara (chá) de amido de milho MAIZENA®
meia xícara (chá) de chocolate em pó
1 colher (sopa) de fermento em pó
Para untar e enfarinhar:
– Farinha de trigo
– Margarina culinária
Modo de preparo:
 Bata a margarina e o açúcar na batedeira até formar um creme e junte os ovos, um a um.
Acrescente alternadamente o leite, a farinha, o amido de milho MAIZENA®, o chocolate em pó e o fermento e misture sem bater.
Coloque em uma fôrma* untada e enfarinhada e leve ao forno preaquecido em temperatura média (180°C) por 40 minutos ou até que um palito saia limpo, depois de espetado na massa. Espere amornar e desenforme.
*forma de furo central de 24cm de diâmetro
Rendimento: 30 porções
Tempo de preparo: 15 minutos
Tempo de forno: 40 minutos
Tempo total: 55 minutos

Sobre Maizena

Líder nacional na categoria de amido de milho, a marca Maizena foi lançada em 1842 pela Unilever nos Estados Unidos e chegou ao Brasil em 1974. Rapidamente se tornou um ícone para as consumidoras brasileiras, reforçando sua tradição em conectar as pessoas e criar boas recordações.
A caixinha amarela pode ser utilizada  tanto para receitas doces quanto salgadas, oferecendo benefícios de leveza, crocancia e consistência para seus pratos. Além disso, por ser amido de milho, Maizena não contém glúten podendo ser utilizada em dietas específicas.
A marca também conta com os produtos Arrozina e Cremogema em seu portfólio e está atrelada ao Recepedia, site de receitas interativo e inspirador, feito tanto para quem ama cozinhar quanto para quem está aprendendo. Para mais informações, acesse o site de Maizena e confira as receitas no Recepedia.
Informações da Assessoria de Imprensa

Comentários
39
Compartilhe este post
Pin It