Mãe leva gestação até o fim, para doar órgãos da filha anencéfala

Essa história vai te comover pois uma mãe leva uma gestação até o fim para que outras crianças tenham saúde.

GESTAÇÃO ATÉ O FIM

Saber que aquele bebê que você está carregando na barriga e gerando com todo o amor e carinho não vai conseguir sobreviver após o nascimento é, certamente, a pior notícia que uma mãe pode receber.

A sensação de perder o chão e de procurar uma explicação que não se encontra em lugar algum é angustiante – uma tristeza que demora mesmo a passar. Mas, às vezes, é em meio a dor que nasce a vontade de fazer algo bom por outras pessoas, assim como aconteceu com Keri Young, que mora em Oklahoma, nos Estados Unidos.

Na 19ª semana de gestação, o esperado ultrassom que revelaria o sexo do bebê mostrou uma condição terminal, já que a pequena não possui cérebro. O motivo de dar continuidade à gestação? Keri quer que seu bebê se desenvolva para poder doar seus órgãos e salvar outras vidas.

Por que levar a gestação até o fim

“Eu lembro da nossa médica colocando a mão no ombro da Keri e dizendo ‘Querida, você é tão corajosa por dizer isso’. Como se quisesse dizer ‘que legal, mas por favor, não’. Keri estava falando sério”, escreveu Royce. “Então eu estava lá, abatido e com o coração partido, mas de repente parece que eu saí daquela situação e pude só observá-la admirado.Eu era um espectador da minha própria vida, assistindo a uma super-heroína encontrando os seus superpoderes. Literalmente no pior momento da vida dela, ao descobrir que sua filha vai morrer, ela levou menos de um minuto para pensar em outras pessoas e em como ela poderia ajudá-las. É uma das coisas mais poderosas que eu já vivi”.

Keri também se manifestou na rede social em uma série de posts comoventes falando sobre o assunto. “Essa não foi uma decisão fácil. Pelas próximas 20 semanas eu vou senti-la chutar, ter soluço e a gente vai poder ouvir as batidas perfeitas do coração enquanto sabemos que só teremos algumas poucas horas com ela após o nascimento”, escreveu. “Eva vai ter uma vida, ainda que seja curta. Ela vai doar tudo que puder e vai fazer mais durante seu tempo na Terra do que eu jamais farei”, disse a mãe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Comovente! Que Deus abençoe essa mãe que colocou a dor Dela em último lugar para dar esperança a tantas outras mães. Parabéns. Que Deus conforte seu coração e que você saiba que Tudo na vida tem um propósito. Comovida com seu gesto!