Resultados para: parto

Recém-nascido segurando DIU viraliza

A imagem irônica de um recém-nascido segurando um dispositivo intrauterino (DIU), publicada nas redes sociais na última sexta-feira, está circulando pelo mundo. A americana Lucy Hellein estava usando o método anticoncepcional quando engravidou e, para marcar a surpresa do destino, “produziu” a foto com o filho ainda na sala de parto.

Diferentemente do que muita gente pensou, o bebê Dexter não nasceu segurando o DIU, que foi encontrado, na hora do parto, atrás da placenta. Feito de plástico, o DIU tem a forma de um pequeno T e é inserido por um médico dentro  do útero, justamente para impedir que uma gravidez

Dexter estava previsto para nascer no dia 4 de maio, mas veio ao mundo uma semana mais cedo. Na postagem, Lucy escreveu “fracasso do Mirena”, referindo-se à evidente ineficácia do DIU. Ela disse ainda que o DIU foi encontrado atrás da placenta e que o bebê nasceu com 4,11 quilos.

Recém-nascido segurando DIU

RECÉM-NASCIDO

Lucy contou nos comentários da postagem que ela e o marido decidiram ser responsáveis e escolheram usar o método anticoncepcional, mas a gravidez acabou acontecendo do mesmo jeito. Ela escreveu ainda que o obstetra se planejou para encontrar o DIU durante a cesariana e que ela teve as trompas ligadas para “fechar a fábrica de bebês”.

 

Engravidei com o DIU: e agora?

Se a mulher realmente engravida usando um dos dispositivos, Elvio destaca que o DIU não costuma entrar ao saco gestacional, onde o feto está se desenvolvendo, então a gravidez provavelmente seguirá sem riscos.

Porém, conforme o bebê vai crescendo, o DIU pode perfurar a bolsa, resultando em um parto prematuro. “Mas não dá malformação na criança”, explica o especialista.

A solução, então, seria remover o DIU quando se descobre uma gravidez? “Geralmente a fecundação ocorre no fundo do útero, então se eu faço ultrassom e o saco gestacional está acima e o DIU está abaixo, eu retiro o dispositivo.

Agora se o saco gestacional está abaixo do DIU, eu não mexo porque isso provocaria um aborto”, esclarece Elvio. “Se os dois estão próximos, o melhor é não fazer nada, só acompanhar a gravidez, que costuma ocorrer tranquilamente e sem problemas”


Comentários
3
Compartilhe este post
Pin It

O Puerpério pouco falado

 Puerpério o que não te contaram
Você se preparou para a gestação, tentou por um ano, ficou grávida por 9 meses, passou horas e até dias em trabalho de parto…mas, o que vem depois do parto? Quais cuidados devem ser tomados? O que pode e o que não pode acontecer?
Hoje o Dr. Bruno Jacob traz para você, aqui no blog Mamãe de Duas, mais informações sobre esse momento pouco falado para as mamães, o puerpério!
O PUERPÉRIO

O Puerpério pouco falado

 

O puerpério engloba todo o período pós-parto e todas as alterações do corpo da mulher, deixando de ser uma gestante, se tornando uma lactente e voltando ao seu estado inicial!
Esse período começa logo após a saída da placenta e dura aproximadamente 6 a 8 semanas.

Assim como o corpo da mulher muda na gravidez, alterações também ocorrem durante o puerpério, vamos ver quais são?

-Útero: Primeiramente o útero deve voltar ao seu estado inicial, ele faz isso através de intensas contrações
O ideal é que ele esteja bem durinho e na altura do umbigo logo após o parto e diminua 1cm por dia até voltar ao seu tamanho normal. Isso ocorre para contrair os vasos que irrigavam a placenta e evitar que a mulher sangre demais!
-Sangramento: O sangue que sai da vagina após o parto pode durar até 10 dias, ele recebe o nome de loquiação e se inicia com uma cor vermelho rubro, vai diminuindo de intensidade e se tornando mais claro com o passar do tempo.
-Cólicas: A medida que o útero vai contraindo e involuindo as mamães podem experimentar fortes cólicas! Elas são mais intensas nas mamães que amamentam, pois a sucção do seu nenê libera o hormônio da ocitocina, o mesmo que faz as contrações no trabalho de parto, lembra?
-Mamas: O colostro começará a ser produzido, assim como todo o leite que alimentará seu bebe, logo, suas mamas ficarão cada vez maiores e mais túrgidas.
-Intestino: Acredite, seu intestino voltará a funcionar normalmente depois que seu nenê nascer, as fezes ficarão menos ressecadas como antes da gestação!
-Varizes: Assim como as hemorróidas, as varizes desaparecerão, toda sua circulação vai aos poucos voltando ao normal! O inchaço nos pés também diminui!
-Psicológico: Sim! A gravidez é um momento de alegria. Não! Não é raro se sentir triste nessa fase.
A depressão pós-parto atinge cerca de 2 milhões de puérperas todos os anos no Brasil! Os sintomas variam entre os casos, em algumas pacientes pode ocorrer até a chamada “psicose puerperal”, na qual a vida da mãe, e até do seu bebê, estão em risco. O acompanhamento médico e psicológico é imprescindível!
-Cicatrização: A cesárea, assim como alguns partos normais, necessitam de alguns pontos no local da incisão. A cicatrização pode ser mais rápida em algumas e mais demorada em outras, o ideal é estar atenta a higiene do local!
-Pele: As hiperpigmentações do rosto, abdome, mamas e vagina vão aos poucos diminuindo até sumirem! Procure um dermatologista caso sua pele continue com essas manchinhas indesejáveis!

DICAS IMPORTANTES SOBRE O PUERPÉRIO

Alguns cuidados são necessários, os médicos costumam passar essas informações no final do parto ou no momento da alta, mas algumas mamães estão exaustas, outras estão apenas de olho no seu nenê e acabam não prestando atenção! Tudo bem, aqui no curiosidades de mãe nós repetimos algumas delas pra vocês!

 – Caminhe bastante: Se eu tivesse que dar só uma dica sobre o puerpério seria essa! Caminhe bastante! Isso ajuda a diminuir o inchaço, a circular aqueles vasos da perna que podem formar trombos, melhora as varizes! Ou seja, não fique deitada!
*BÔNUS: Se necessário, use meias elásticas.
– Amamente: Além de ser uma ótima fonte de alimento para seu bebê, o aleitamento libera ocitocina, hormônio do bem-estar, prevenindo o quadro de depressão pós-parto além, é claro, garantir a contração efetiva do útero!
– Beba muito líquido e se alimente bem: Além de você estar exausta do parto, você perdeu muito sangue!
-Higiene: Principalmente para aquelas que tiveram a episiotomia. Por ser uma região contaminada, deve-se ter um cuidado especial com esses pontos!
E você achando que só a gravidez dava trabalho, não é mesmo?
Na dúvida fale com seu médico!
Por Dr. Bruno Jacob

Instagram: @drbrunojacob
www.facebook.com/drbrunojacob

PLACA


Comentários
0
Compartilhe este post
Pin It

Você já se perguntou como seria se um bebê fosse entregue dentro de seu saco amniótico – você sabe, aquele saco de líquido claro dentro do útero onde o feto cresce e se desenvolve?

SACO AMNIÓTICO

Bebê no saco amniótico

Na maioria dos casos, o saco amniótico rompe por conta própria durante o nascimento – também conhecido como “quebra de água” – mas não desta vez! Neste caso, o saco ainda estava completamente intacto com o bebê enrolado no interior. Bastante incrível – e raro. Na verdade, o fenômeno ocorre durante apenas um em cada 80.000 nascimentos!

E você está com sorte, porque na verdade há um vídeo do momento incrível – e foi visto no Facebook mais de cinco milhões de vezes desde que foi compartilhado pela primeira vez em 8 de agosto.

“Fechando a noite com um parto dentro do saco amniótico “, lê o post na página da maternidade Assessoria Mamãe – Instituto . “Você já ouviu falar? O parto amniótico é quando o saco não quebra. Bonito para ver huh?”

Linda, sim. E também um pouco estranho, tenho que admitir, mas ainda completamente fascinante. Porque o saco é transparente, você pode realmente ver o bebê que pendura para fora dentro com o cordão umbilical azul, respirando e movendo-se ao redor. E aparentemente ele não está em perigo naquele pequeno espaço fechado, porque de acordo com o posto, ele ainda está recebendo oxigênio através da corda. Além disso, o fluido ajuda a amortecer-lo.

O milagre do parto nunca deixa de surpreender. Um enorme obrigado à família por nos deixar fazer parte do incrível nascimento de seus filhos. Parabéns pela chegada de seu bebê grande, bonito e saudável!

Assista o Vídeo fantástico de bebê no saco amniótico

 

E você está com sorte, porque na verdade há um vídeo do momento incrível – e foi visto no Facebook mais de cinco milhões de vezes desde que foi compartilhado pela primeira vez em 8 de agosto.

 

“Fechando a noite com um parto dentro do saco amniótico “, lê o post na página da maternidade Assessoria Mamãe – Instituto . “Você já ouviu falar? O parto amniótico é quando o saco não quebra. Bonito para ver huh?”

Linda, sim. E também um pouco estranho, tenho que admitir, mas ainda completamente fascinante. Porque o saco é transparente, você pode realmente ver o bebê que pendura para fora dentro com o cordão umbilical azul, respirando e movendo-se ao redor. E aparentemente ele não está em perigo naquele pequeno espaço fechado, porque de acordo com o posto, ele ainda está recebendo oxigênio através da corda. Além disso, o fluido ajuda a amortecer-lo.

O milagre do parto nunca deixa de surpreender. Um enorme obrigado à família por nos deixar fazer parte do incrível nascimento de seus filhos. Parabéns pela chegada de seu bebê grande, bonito e saudável!

Fonte: https://goo.gl/xMdQqS

Comentários
0
Compartilhe este post
Pin It

Desenvolvimento do Bebê Semana a Semana
A espera de um filho é maravilhoso nada se compara a essa emoção de ter um ser crescendo dentro da gente, cada chute, os dias de ultra som, tudo isso marcar a trajetória da melhor espera de uma mulher.
Se está querendo engravidar ou já tem um baby crescendo dentro de você, então esse post é para você saber cada desenvolvimento do seu bebê .

Desenvolvimento do Bebê

Desenvolvimento do Bebê

Desenvolvimento do Bebê e da Grávida

Semana 1 – Ocorre a ovulação.
Semana 2 – O corpo se prepara para as mudanças.
Semana 3 – Ocorre a fecundação, e o óvulo agora é um ovo. Inicia-se a jornada do futuro bebé.
Semana 4 –Os órgãos começam a formar.
Semana 5 – Os órgãos desenvolvem a grande velocidade.
Semana 6 – O coração do bebé bate agora com força.
Semana 7 – O bebé já ouvi.
Semana 8 –O bebê já tem 2 cm.
Semana 9 –O bebê movimenta-se livremente na barriga, tendo o tamanho de uma azeitona.
Semana 10 – O feto já tem os órgãos quase definidos, está na altura de crescer e amadurecer.
Semana 11 – Geralmente, aparecem os enjoos.
Semana 12 – O bebê já tem unhas.
Semana 13 – O bebê está em crescimento acelerado.
Semana 14 – O bebé já tem paladar. Nesta semana aparece a linha na barriga da grávida.
Semana 15 – Nesta semana, os órgãos sexuais do bebé já estão definidos.
Semana 16 – Os órgãos estão completamente definidos.
Semana 17 – O bebé começa a ter tamanho suficiente para que a mãe o sinta a mexer.
Semana 18 – Fica mais fácil visualizar o sexo do bebé.
Semana 19 – Podem surgir as celulites na futura mamãe. O bebé desenvolve a inteligência.
Semana 20 – O bebé tem agora 16 cm. Na grávida, pode aparecer o colostro nos mamilos.
Semana 21 – O bebé começa a ganhar impressões digitais.
Semana 22 – O rosto do bebé começa a ser definido.
Semana 23 – O bebé começa a conseguir mover os olhos, começando a treinar a visão.
Semana 24 – O bebé tem agora meio quilo, e começa agora a ganhar peso de forma mais rápida.
Semana 25 – Crescimento dos cabelos.
Semana 26 – Os pulmões estão em pleno funcionamento.
Semana 27 – O bebé já abre e fecha os olhos. Surgem com maior frequência os desejos na grávida.
Semana 28 – O bebé mexe-se muito e começa a ficar rechonchudo.
Semana 29 – O bebé posiciona-se com a cabeça junto ao útero.
Semana 30 – O bebé já percebe a diferença de luz.
Semana 31 – Ganho de peso a grande velocidade.
Semana 32 – A grávida sente o bebé a mexer-se com grande intensidade.
Semana 33 – O bebé tem agora 2 quilos.
Semana 34 – Os órgão estão prontos.
Semana 35 – O bebé já sabe mamar.
Semana 36 – O desenvolvimento consiste agora nos últimos aperfeiçoamentos.
Semana 37 – O bebé já pode nascer.
Semana 38 – O mecônio já está formado.
Semana 39 – Pode ter contrações.
Semana 40 – Se tiver contrações podem ser muito intensas, levando ao parto. Nascimento do bebé. Caso não ocorra bom procurar um médico.


Comentários
7
Compartilhe este post
Pin It