Bootstrap Slider

Ser mãe é um dos principais desejos de algumas mulheres, talvez da maioria! Tentar engravidar pode ser muito simples ou muito difícil, dependendo do caso. Mas o que fazer quando as tentativas não funcionam? Será que estou tentando do jeito certo? Por quanto tempo devo tentar? Será que sou infértil?
Calma!
Esse é o assunto hoje aqui no blog mãe de duas! Ainda tem dúvidas? Dr. Bruno Jacob fala um pouco mais sobre infertilidade para você.

Causas da Infertilidade

Causas da Infertilidade

A infertilidade é um problema muito comum no mundo! Acomete 10 a 15% de todos os casais.
Dentre as principais causas estão o tabagismo e idade avançada. Mas cada caso deve ser pesquisado minuciosamente.

“Doutor, estou tentando. Quando eu devo procurar ajuda médica?”
O comitê americano de reprodução define infertilidade como 1 ano de relação sexual, 2 a 4 vezes por semana, sem qualquer método contraceptivo.

Uma vez definida a infertilidade, inicia-se uma complexa busca pela causa, a avaliação inicial é com espermograma do marido e dosagens hormonais e ultrassom nas mulheres.
*É muito importante que se entenda que a infertilidade é conjugal, ou seja, marido e mulher devem ser investigado. Sabe-se que 35% de todos os casais com infertilidade, não conseguem engravidar por questões masculinas. Os outros 65% são as causas femininas, e se dividem em várias causas:

Causas possíveis para a infertilidade

-Idade
-Miomas
-Malformações uterinas.
-Uso de algumas medicações
-Ovários policísticos.
-História de radioterapia
-Tabagismo
-Drogas ilícitas
-Curetagem uterina anterior
-Histórico de doença inflamatória pélvica
-Menopausa precoce
-Diabetes
-Pólipos
-Sinéquias

O diagnóstico é difícil e complexo, pois cada fator de risco deve ser estudado e levado em consideração.
O exames iniciais são dosagem hormonal e ultrassonografia. Outros exames como histerossalpingografia ajudam a identificar causas como malformações uterinas
E o tratamento varia de acordo com a causa, ou seja, se a causa é mioma, trate o mioma, se a causa é tabagismo, pare de fumar. Além disso existem ainda as técnicas de fertilização assistida e os indutores de ovulação, mas para cada caso é um tratamento diferente!
.
Procure um especialista!
.
Por Dr. Bruno Jacob

Instagram: @drbrunojacob
www.facebook.com/drbrunojacob

PLACA


Comentários
0
Compartilhe este post
Pin It

Volta às aulas com a NUK

Volta às aulas com a NUK

As férias escolares já estão acabando e os pais já podem pensar na arrumação das lancheiras e mochilas para o retorno às aulas. Pensando em facilitar o dia a dia dos pais e dos pequenos a NUK (www.nuk.com.br) – produtos e acessórios para os bebês -, selecionou alguns produtos para um dos momentos mais especiais deles.

NUK by Romero Britto

Valor sugerido: R$ 179,90

 

Nada melhor que pegar os alimentos fresquinhos como se tivessem sidos colocados naquele momento na mochila, certo? Pra isso, as bolsas térmicas NUK by Romero Britto são perfeitas. Elas foram desenvolvidas justamente para transportar e conservar a temperatura das comidinhas, frutas, sucos etc, sejam elas frias ou quentes. Além disso, são práticas para carregar com alças ajustáveis, e o melhor: são lindas e bem coloridas.

 

pote para leite em pó da NUK

 

Valor sugerido: R$ 39,90

 

Outro produto indispensável é o pote para leite em pó da NUK. Ele facilita muito a vida dos professores na escola, pois traz a quantidade certinha do leite (os pais não precisam se preocupar com transporte da lata de alumínio do leite em pó) e os pais podem colocá-lo perfeitamente na mochila/ lancheira. Ele contém até quatro compartimentos fixos para separar as doses de leite em pó, sendo cada um com capacidade para até cinco colheres de sopa. O produto é prático e higiênico e possui uma rosca giratória para posicionar a abertura no compartimento desejado.

 

Junior Cup

 

Valor sugerido: 47,90

 

E, para compor ainda mais a mochila, os copos antivazamentos Junior Cup são perfeitos para tornar a criançada ainda mais independente. Eles são coloridos, possuem um formato leve e ergonômico, adequado para as mãozinhas dos pequenos. Ah, os copinhos têm bicos squeeze em silicone antivazamento e um prático clip.

 

 

colheres de Aprendizagem da NUK

Valor sugerido: R$ 29,90

 

Quer colocar as colheres na mochila? As colheres de Aprendizagem da NUK são ideais para as crianças a partir dos seis meses. Elas são leves e com um design clean e foram desenvolvidas para a cavidade oral do bebê. Elas possuem hastes antiderrapantes e mais longas, facilitam o dia a dia dos professores no uso em potes mais profundos, como os de papinhas.

 

prato raso de Aprendizagem

 

Valor sugerido: R$ 47,90

Dicas da Nuk para a volta as aulas

 

Nas férias os papais puderam iniciar a alimentação sólida para os pequenos e desejam continuar na escola, certo? Sabemos que nesse começo é um pouco difícil para as crianças se alimentarem sozinhas. Os estímulos são muito importantes, por isso a NUK selecionou o prato raso de Aprendizagem para tornar esse momento mais fácil. Os produtos possuem bordas e bases antiderrapantes e a tampa foi produzida exclusivamente para ser usada em micro-ondas.

 

Sobre a NUK (www.nuk.com.br)

Presente no mercado desde 1956, a NUK ajuda a promover o crescimento saudável dos bebês com produtos seguros, simples e que estimulem seu desenvolvimento. A empresa foi fundada por dois renomados odontopediatras na Alemanha. A marca trabalha com uma equipe de especialistas nas áreas de pediatria, odontologia, nutrição e ciência para criar os melhores produtos para bebês no mundo todo.

 

A combinação da expertise médica da NUK e o conhecimento das mamães, maiores especialistas no assunto, faz com que os produtos sejam cuidadosamente projetados para estimular o desenvolvimento do bebê, com produtos inovadores, de fácil uso e excelente qualidade para auxiliar e beneficiar mães e bebês.

 

Acesse: http://www.nuk.com.br/


Comentários
0
Compartilhe este post
Pin It

Como saber se estou em trabalho de parto

Trabalho de Parto Sintomas

No final da gestação muitas mulheres sentem duvidas  sobre como seria os sintomas ou os sinais de que estariam entrando em trabalho de parto.

Muitos sintomas podem variar entre as mulheres e para entender um pouco trouxe algumas dicas de alguns sintomas.

Durante o trabalho de parto o que pode acontecer e o que a mulher sente em cada uma das fases do trabalho de parto.

É importante conhecer  o processo do trabalho de parto para que a futura mãe não fique indo cedo demais para o hospital. O trabalho de parto pode durar horas ou dias.

Alguns sintomas são evidentes como a rotura da bolsa de água ou as contrações dolorosas e constantes.

É semelhante a um corrimento, mas mais volumoso e consistente. Pode ser branco, rosa e marrom e até conter vestígios de sangue.

TRABALHO DE PARTO

Sintomas do Trabalho de Parto

1-Cólicas

As contrações do útero, que são fracas e para muitas até imperceptíveis, podem causar cólicas.

2-Perda do tampão mucoso

3-Dores nas costas

Algumas mulheres sentem picadas nas costas, as picadas podem também ser sentidas nos ombros também.

3 Contrações

No inicio as contrações são leves e depois começam a acelerar dando inicio a dilatação do colo do útero  entre 4 a 5 cm. As contrações vão aumentando ficando fortes e mais intensas conte que o intervalo entre elas iram diminui.

4 Aparecimento de sangue

Isso significa que o colo uterino dilatou de uma maneira que já pode expelir a capa de proteção.

5 -Rompimento da bolsa de água

Esse é o maior aviso do trabalho de parto, pode ser uma saída de água em jato ou aos poucos em pingos.

4- Diarreia

A diarreia no período final da gravidez pode indicar que a hora do parto está a chegar.

Em qualquer situação é importante ir para o hospital se febre, visão turba ou tonturas,  se acha que o bebê está se mexendo menos que de costume,  sentir dores de cabeça muito fortes ou se tiver  sangramento vaginal ou se sentir contrações antes das 37 semanas.

É importante se manter calma e pedi sempre orientação ao seu obstetra, ele sempre terá uma informação melhor  do que qualquer leitura.


Comentários
1
Compartilhe este post
Pin It

A importância da amamentação

A importância de Amamentação o seu bebê
.
Tão importante quanto engravidar da maneira saudável e manter a gravidez de maneira saudável, é amamentar de forma correta!

amamentação

A importância da amamentação

Muitas mães ainda tem dúvidas quanto a técnica correta, tabus, tempo adequado e importância da amamentação!
Hoje, você vai tirar todas suas dúvidas aqui no blog Mamãe de duas, junto com Dr. Bruno Jacob, a respeito de tudo, e mais um pouco, sobre o aleitamento materno!
.
A OMS preconiza que os profissionais da saúde passem informações valiosas para as pacientes a respeito do aleitamento, assim como os benefícios do leite materno, vamos ver quais são?:

-Alimento completo: atende todas as necessidades de nutrientes até os 6 meses

-Fácil digestão: Evita cólicas nos nenes.

-Reforça imunidade: Fortalece sistema imunológico, previna alergias, obesidade e intolerância ao glúten.

-Fortalece vínculo mãe e filho

-Dentinhos saudáveis: a sucção ajuda no desenvolvimento da arcada dentária no nene.

-Puerpério: Evita o sangramento excessivo no pós-parto.

-Pratico, grátis e natural.

-Previne asma, artrite e doenças do trato gastrointestinal.

-Bem estar: Amamentar libera na mãe o “hormônio do amor”

-Previne anemia

Outra informação importante, que deve ser passada às mães, é a técnica correta do aleitamento. Existe toda uma maneira certa na hora de amamentar, isso inclui fatores tanto da mãe quanto do bebê e as mulheres devem estar atentas a tudo isso! Vamos à elas:

Posicionamento do bebê:
– Rosto do bebê de frente para a mama
– Nariz encostado no mamilo
– Cabeça e tronco alinhados
– Corpo do bebê próximo ao da mãe
– Pescoço do bebê levemente extendido
– Corpo do bebê bem apoiado pelas mãos da mãe

Agora veja como deve ser a “pega” do seu bebê:
-Boca bem aberta pegando todo mamilo
-Lábio inferior evertido
-Queixo tocando a mama
-Movimentos de deglutição visíveis

Fique atenta para sinais de “pega” incorreta.
-Bochechas encovadas
-Ruídos de lingua
-Dor na amamentação
-Mama esticada ou deformada.

Agora que você sabe os benefícios de amamentar e como amamentar, você não tem mais dúvidas certo? ERRADO!!!!
Ok! Então vamos ver a seguir as dúvidas mais frequentes que surgem no consultório a respeito do aleitamento materno!

1. É verdade que algumas mamães tem pouco leite?
Ter pouco leite é um mito comum. Na maioria dos casos a pouca produção de leite está relacionada a erro da técnica ou baixa frequência das mamadas. Afinal, a estimulação da sucção do bebê no mamilo é responsável por produzir a prolactina, logo, quanto mais você oferecer o peito ao seu filho, mais leite produzirá

2. Dr. estou achando que meu leite é fraco?
Outro mito. O aspecto translúcido do leite no início da mamada pode ser interpretado como ausência de substâncias nutritivas se comparado com o aspecto do leite de vaca. Mas isso não é verdade. O aleitamento materno exclusivo garante o desenvolvimento adequado para o bebê.

3. Dr. devo dar um ou os dois peitos?
O ideal é oferecer um peito ao nenê e esperar que ele mame todo leite armazenado, em seguida oferecer o outro peito. O leite do final da mamada é mais consistente e possui nutrientes que o leite inicial não oferece.

4. Os remédios que eu tomo vão passar para o bebê no leite?
Nem todos. A OMS possui uma classificação de medicações permitidas e contraindicadas durante o período de amamentação

Se ainda tiver dúvidas converse com seu médico ou mande um email para drbruno@consultoriojacob.com que ela pode aparecer aqui no blog ser mãe!
.
Por Dr. Bruno Jacob

Instagram: @drbrunojacob
www.facebook.com/drbrunojacob

PLACA


Comentários
1
Compartilhe este post
Pin It