5 dicas para uma alimentação infantil saudável

 As mamães “piram” para conseguir manter a alimentação das crianças saudável e com nutrientes suficientes em quantidade e qualidade para contribuir com uma boa saúde e crescimento. É durante a infância que temos mais chances de experimentar as coisas novas e isso ajuda a tornar saudáveis alguns hábitos diários. Na alimentação não é diferente, pois quanto mais cedo começarmos a oferecer aos pequenos uma variedade de alimentos saudáveis, mais cedo teremos um resultado bem mais expressivo. Nessa hora, o bom exemplo conta muito e compartilhar bons hábitos alimentares entre toda a família ajudará a criança a se tornar um adulto com um paladar rico e variado.

ALIMENTACAO-INFANTIL

Alimentação Infantil Saudável

Dicas para uma alimentação infantil saudável

1 – Mantenha uma alimentação variada, utilize nas refeições itens de todos os grupos alimentares. Você pode deixar a refeição bem colorida, pois dessa forma atrairá a atenção da criança;

2 – É de muita importância para as crianças o consumo das principais vitaminas e minerais. Aqui em casa eu adiciono no leite um pó para preparo de bebida como complemento, o Sustain Junior da Danone sabor chocolate, pois ele tem as principais vitaminas e minerais e o menor teor de açúcares quando comparado com os similares* e representa uma escolha interessante para crianças a partir dos 3 anos. Não substitui as refeições, mas é uma ótima opção que pode ser servido na hora do lanche;

3 – Outra dica que têm funcionado bem por aqui é apresentar os alimentos separados no prato de forma criativa, formando imagens  e personagens que as crianças gostam;

4 – Crianças preferem outros líquidos ao consumo de água, por isso é algo que deve ser muito incentivado. Aqui em casa as meninas têm garrafinhas que deixo sempre cheias de água e por perto;

5 – O incentivo ao consumo de todos os tipos de frutas e legumes é essencial. Não devemos esquecer de oferecer frutas com cascas, que contém uma quantidade enorme de nutrientes, frutas em forma de sucos ou vitaminas.

Nas saladas, podemos incluir legumes crus como a beterraba, cenoura, alface e pepino.

Como vai a alimentação do seu filho?

 

*  Comparado à média de produtos de mesma categoria de mercado. Março/2016.

** Publipost

 


Comentários
2
Compartilhe este post
Pin It

10 lanches divertidos para a escola

10 Ideias de lanches divertidos para a escola

Quando a Isa começou a estudar tentei muito fazer com que ela levasse lanches divertidos, bacana e saudável, mais ela voltava intacta. Bom o tempo passou a Isa cresceu, os gostos mudaram e mesmo, me esforçando não resolveu muita coisa.

Agora com a Gabi eu estou bem empolgada pois ela come bem e tudo, em casa já venho arranhando alguns lanches divertidos para as meninas e venho acertando nas tentativas.

Esse ano ela ainda não irá para a escolinha como planejei, mais já estou treinando a lancheira para sempre ir linda e divertida.

E se você assim como eu, quer que seu filho leve lanches para a escola tornando essa hora bem divertida, você pode montar a lancheira com coisas simples e usar a imaginação pois não tem regras para a criatividade.

LANCHES DIVERTIDOS

Lanches

LANCHES DIVERTIDOS

Lanches

LANCHES DIVERTIDOS

LANCHES DIVERTIDOS

LANCHES DIVERTIDOS

LANCHES DIVERTIDOS

LANCHES DIVERTIDOS

LANCHES DIVERTIDOS

LANCHES DIVERTIDOS

LANCHES DIVERTIDOS

Algumas dicas bacanas para ir começando

Embalagens divertidas com desenhos no lado de fora do saquinho:

Brilhetes escritos e colocados dentro da lancheira;

Carinha na banana sorrindo;

O que não posso colocar no lanche?

O que vai contem na lancheira do seu filho será exatamente o que ele vem comendo em casa antes mesmo dele ir para a escola é esse habito que irá fazer toda a diferença. Se o seu filho foi acostumado a ter sempre pacotes de biscoitos e salgadinhos, vai ser difícil fazê-lo entender que frutas e iogurte podem ser uma boa opção para levar de lanche.

Vou deixar uma dica de experiência própria, que passei com a minha primeira filha, não ofereça produtos industrializados na hora do lanche e sim frutas, sucos naturais e sanduiches feito com você com desfiado de peito de peru, ou presunto, cenoura ralada, biscoitos caseiros ou iorgute.

O que colocar para beber

Além de água, um suco natural, até tem os sucos de caixa sem conservantes naqueles dias que não deu mesmo. Mas que isso não se torne rotina.


Comentários
11
Compartilhe este post
Pin It

Alimentos saudáveis Para os Filhos

Dicas para deixar os alimentos saudáveis mais atraentes para as crianças 

Olá mamães e papais de plantão!!!
Hoje a dica de saúde e bem estar é para que as crianças possa consumir mais alimentos saudáveis.
Então, vamos aprender a preparar alimentos saudáveis para os pequenos??
Consegui fazer com que seu filho coma alimentos saudáveis não é uma tarefa fácil para muitos pais.
A partir de 1 ano de idade, a recomendação é que ela passe a comer de tudo. Mas, até mais ou menos os 5 anos, a maioria não gosta de provar novos sabores. 
“Antes de ter certeza de que a criança não aprecia mesmo um alimento, é necessário oferecê-lo de oito a dez vezes”, avisa Patricia de Carvalho Padilha, professora do curso de nutrição da UFRJ. Portanto, na hora de cozinhar, precisamos de bastante criatividade! Quer saber como?
A seguir, confira as melhores maneiras de preparar alimentos saudáveis como veetais e carnes para seu filho.

ALIMENTOS SAUDAVEIS

Alimentos saudáveis

Vegetais mais atraentes

Nove entre dez crianças dirão que não gostam de alimentos saudáveis como verduras e legumes.

ALIMENTOS-SAUDAVEIS

Alimentos saudáveis

Acontece que, em uma dieta balanceada, eles precisam comparecer diariamente, pois são importantes fontes de vitaminas, sais minerais, antioxidantes e fibras.

Crus, eles oferecem uma boa dose de nutrientes intactos, e você não deve desprezar isso. “Variar nos cortes e na apresentação ajuda. Muitas crianças podem rejeitar cenoura cortada em rodelas, mas gostam de comê-la em palitinhos”, exemplifica a nutricionista Paula Fernandes Castilho, diretora da Sabor Integral Consultoria em Nutrição, de São Paulo.

Outra ideia interessante consiste em espetar pedacinhos variados, como de pepino, tomate e cenoura, em um palito de madeira grande sem ponta, e deixar a criança se divertir. Antes de servir, porém, é importante higienizar os vegetais em água corrente e com produtos próprios para esse fim, como o hipoclorito de sódio.As versões de preparo dos alimentos saudáveis como as hortaliças que levam ao fogo ao fogo são muitas e você também pode se aproveitar de todas elas para conseguir resultados apetitosos.

Cozinhar no vapor é a modalidade que mais preserva os nutrientes, portanto, deve ser usual.

Uma dica saborosa é preparar dessa maneira mandioquinha (batata-baroa), cenoura, vagem, abobrinha, chuchu, repolho, brócolis e couve-flor e servi-los com um fio de azeite. Existem panelas próprias para cozinhar no vapor, mas dá para improvisar a técnica com um escorredor de macarrão ou uma peneira de alumínio sobre uma panela com água fervente.“Se preferir cozinhar vegetais em água, deixe o mínimo de tempo possível, para que os nutrientes não se percam”, sugere Patrícia. À noite, uma boa pedida pode ser uma sopa de vegetais com músculo ou outra carne cozida na mesma água, que deve ser aproveitada no preparo. Utilizar o líquido do cozimento de hortaliças para preparar outros pratos, como o arroz e o macarrão, também é ótima alternativa, pois enriquece de nutrientes a comida.

E por falar nesses dois alimentos queridos da garotada, eles podem ser um excelente veículo para a ingestão de verduras e legumes. Substitua o molho vermelho da macarronada por um refogado de tomate e outros vegetais picados. Use pouco óleo para refogar. A mistura também pode ser adicionada ao arroz ou servir de recheio para panquecas e tortas. “Pratos mais coloridos são atraentes e saudáveis. A criança também come com os olhos”, diz a professora da UFRJ. Outra ideia simples e original é acrescentar pedaços de vegetais à farofa. Gradualmente, vá introduzindo refogados de um único vegetal, por exemplo, de abobrinha ou de chuchu, num cantinho do prato. Utilize temperos naturais, como alho, cebola e cheiro-verde.
Carnes saborosas

Fontes de proteína, ferro e outros minerais, além de vitaminas e aminoácidos, as carnes devem fazer parte do prato do seu filho, tanto no almoço quanto no jantar.

Segundo a especialista Patricia Padilha, todas as carnes devem ser consumidas pelas crianças após cozidas, assadas ou grelhadas, sempre bem passadas, e nunca cruas. “Existe o risco de contrair doenças, e o melhor é que elas sejam mesmo preparadas no fogo de maneiras variadas, para não enjoar”, justifica.

Procure conhecer a procedência dos alimentos antes de comprá-los.Os assados, sejam de carne branca ou vermelha, podem ser acompanhados de alimentos saudáveis como os vegetais, que devem ser acomodados ainda crus na assadeira. Tape o vasilhame com papel alumínio para não ressecar a iguaria. Outra forma de preparar a carne vermelha é usar a panela de pressão, que deixa o alimento bem macio.

Pique a peça em cubinhos e tempere. “Para a carne ganhar um sabor especial, forre a panela com pedaços de alimentos saudáveis do tipo: cenoura, salsinha e cebolas. Mas, ao final, despreze esses ingredientes.

“”Eles absorvem toda a gordura da carne” Aliás, prefira sempre os cortes magros, que são mais saudáveis.Para grelhar filés de peixe, frango ou boi, use uma pequena quantia de azeite de oliva.

Esse modo de preparo é sempre a melhor alternativa à fritura em imersão, que pode ser uma delícia, mas não é recomendada e deve ser feita apenas eventualmente.
Qualquer que seja a forma de preparo escolhida – cozida, assada, grelhada ou refogada -, abuse de temperos naturais e não use condimentos industrializados, como caldos em tablete ou preparados em pó, que contêm excesso de sódio e glutamato monossódico. Prefira temperar com alho, cebola, orégano, salsinha, cebolinha e coentro. 
E o que mais sua criatividade permitir e seu filho aprovar!
Então pessoal o que acharam das dicas para preparar alimentos saudáveis para seus filhos?

Beijinhos e um ótimo final de semana!!!!

Compartilhe este post
Pin It
ALIMENTAR

Meu Filho Não Quer se Alimentar Direito

As crianças precisam se alimentar bem né mesmo, mais de uns dias para cá a minha filhota não quer comer mais nada, se come uma colher é muito, levo a metade da minha manhã na cozinha fazendo uma comida saudável e balanceada e minha pequena muitas vezes não quer nem experimentar , quantas mamys não passaram e se identificam nessa situação.Você faz aviãozinho, monta uma carinha engraçada no prato, usa toda a sua lábia, inventa histórias, promete mundos e fundos se ele provar… mas seu filho se mantém teimoso, e não tira a mão da frente da boca.

Se forçar, piora, ele cospe tudo, faz que vai vomitar e ainda abre o berreiro.O que acaba acontecendo é você acaba trocando o jantar por um iogurte, fica frustrada e o pequeno ainda se alimenta mal. O que fazer?

Para começar em 80% dos casos as crianças negam se alimentar direito é um comportamento normal, falta de apetite pode acontecer por diferentes motivos até para chamar sua atenção, por que os filhos sabem a importância que os pais dão a alimentação.

O que fazer para que seu filho venha se alimentar bem

*Não deixe isso virá um habito;
* Não faça mistura de alimentos, cada verdura, cada fruta por vez;
*Seja o exemplo, se seu filho vê você se alimentar direito e saudável ele vai querer fazer o mesmo;
*Aposente de vez o aviãozinho, a hora de comer é hora de comer nada de distrações;
*Se um alimento foi recusado substitua por um do mesmo grupo nutricional;
*A criança come primeiro com os olhos então fazer comidinha e lanches divertidos é uma ótima opção;
*Instabilidade alimentar é normal pode variar assim como o humor, então recompense o valor nutricional no dia seguinte;
*Resista as birras e imponha limites, mantendo horários fixos para as refeições;
*Se Alimentar não é recompensa nem castigo, nada de troca “se”;
*Não ceda a chantagem da greve de fome;

Se vocês já estão no caminho errado por ceder o que muitas vezes eu já cedi, ou conseguiu que seu filho comece mais não a alimentação saudável que ele necessita comer, mesmo cansada invista em novas receitas, use o truque das três garfadas, leve seu filho para a cozinha com você e deixe claro que ele pode até não gostar, porém para ele dizer que não gosta tem que experimentar primeiro.

Para que seu filho venha se alimentar direito depende muito de você uma delas é nunca desistir e a outra é bem simples não oferecer bobagens.

ALIMENTAR

Meu Filho Não Quer se Alimentar Direito


Comentários
18
Compartilhe este post
Pin It