5 atividades para gastar energia das crianças

Olá mamães! Quem acompanha nosso blog sabe que tenho duas filhas cheias de energia, agitadas e elétricas e, como todos sabem, crianças ativas precisam gastar energia para ficarem tranquilas e calmas. Hoje, vou falar de cinco atividades que tenho feito aqui em casa e que têm funcionado muito bem com elas:

ATIVIDADES

Atividades com Crianças

  1. Música e Dança – além de gastar energia, dançar ao som de uma melodia agradável é uma forma de expressão e de autoconhecimento. Eu aproveito para dançar junto com as meninas!
  2. Brincar de Esconde-esconde – mesmo a casa não sendo tão grande, é incrível como é fértil a imaginação das meninas, que sempre encontram lugares novos e inusitados para se esconder. Aqui em casa a brincadeira flui muito bem.
  3. Fazer Desenhos – os desenhos são sempre bem-vindos aqui em casa e deixam as meninas concentradas por muito tempo, sejam desenhos específicos ou livres.
  4. Pinturas Com Tinta – cartolina, tintas atóxicas diversas (especificas para crianças), pincéis e criatividade fazem a alegria da criançada por aqui. Para evitar que suje o chão, forro o local com um pano velho ou deixo que elas brinquem no quintal, onde é possível lavar o chão posteriormente.
  5. Brincamos de Morto Vivo – essa brincadeira faz com que as meninas brinquem por horas e gastem bastante energia! Para quem não sabe como se brinca, é simples: toda vez que a mamãe falar morto, as crianças devem se agachar e quando ela falar vivo elas devem se levantar. A mamãe deverá ir falando cada vez mais rápido para que as crianças se confundam e quem erra sai da brincadeira até que fique apenas o vencedor, depois a brincadeira recomeça.

O ideal é oferecer um lanchinho nos intervalos das brincadeiras para complementar a alimentação e repor parte da energia perdida. Esse lanchinho pode ser composto de frutas e cereais, além de Sustain Junior.

Aqui em casa, tenho muita dificuldade em fazer com que as meninas comam frutas (elas não gostam muito) e, por isso, tenho usado bastante o Sustain Junior da Danone, que contém vitaminas e minerais que as meninas precisam e possui menos açúcar do que outras opções semelhantes. O legal do Sustain Junior é que ele agrada a Gabi, que ama o sabor morango, e agrada a Isa, que prefere os sabores baunilha e chocolate. Além desses sabores, tem também o vitamina de frutas com zero açúcar.

Nesse post aqui falei sobre formas diferentes de como preparar o Sustain Júnior.

Espero que tenham gostado das dicas e que as crianças aproveitem as atividades!


Comentários
4
Compartilhe este post
Pin It

Quando surgiu o surto de Microcefalia em bebês por causa do Zika, fiquei preocupada. Como um simples inseto poderia prejudicar tanto.

Para ficar mais informada fui pesquisar mais sobre essa doença que vem afligindo o nosso país.

MICROCEFALIA

Microcefalia em bebês

O que é microcefalia

É uma condição neurológica em que a cabeça e o cérebro da criança é menor comparado a de outras criança da mesma idade e sexo. A microcefalia normalmente é diagnosticada no início da vida e é resultado do cérebro não crescer o suficiente durante a gestação ou após o nascimento.

Uma criança com essa doença pode apresentar atraso mental, dificuldade em andar, problemas na fala, hiperatividade e convulsões. Além disso  as crianças apresentam a cabeça menor que o normal, podendo necessitar de ajudar para comer, tomar banho e andar por exemplo.

MICROCEFALIA

Sessão de Fisioterapia

Como tratar a Microcefalia

A microcefalia não tem cura, e o tratamento pode ser feito com sessões semanais com fonoaudiologia, terapia ocupacional e fisioterapia para estimular e diminui o retardo metal da criança e o desenvolvimento tardio.

Dicas para melhor a vida de uma criança com Microcefalia

Para melhorar a fala, é necessário o acompanhamento de um fonoaudiólogo, além disso os pais devem cantar pequenas canções e falar sempre olhando nos olhos, os gestos ajudam muito.

Fazer fisioterapia essas sessões evitam o atrofiamento e aumentam o equilíbrio. Pilares, alongamentos podem ajudar.

Terapia ocupacional ajuda a criança serem independentes como escovar os dentes sozinhos, tentar comer sozinho entre outras tarefas comuns.

É importante deixa a criança em escolas normais, para que ela possa interagir ao máximo com outras crianças. Brincadeiras em frente ao espelho.

Em alguns casos será necessário o uso de remédios, e em outros a cirurgia, os casos são vastos, não existem apenas um caso isolado, não se pode generalizar, tem crianças que vão se adaptar de uma forma incrível diante dessa doença e outras não.


Comentários
4
Compartilhe este post
Pin It

 Razões para dar um animal de estimação ao Filho

Costumo muito assistir vídeos fofos de uma criança e seu animal de estimação, e cada dia mais me convenço de que só faz bem ao desenvolvimento infantil.

Os benefícios dessa união são inúmeros e hoje quero trazer 5 razões por que você deveria aceitar o pedido do seu filho em ter um animal de estimação.

ANIMAL DE ESTIMAÇÃO

Animal em Casa

Os animais são capazes de ensinar mais do que imaginamos

1-Os animais nos ensinam a ter responsabilidades

Para se ter um animal é necessário, limpar o espaço aonde ele vai ficar, dar comida, banho, carinho, amor e todo o cuidado que ele merece.

Delegar essa atividade ao seu filho ajudará, a ele ser um adulto com responsabilidades por si e pelos outros.

2-Criança que tem animal em casa tem menos alergia

Estudos revelam que crianças que ficam o primeiro ano de vida ao lado de um cachorro diminui 13% o risco de contrair asma durante a infância.

O estudo foi divulgado na publicação médica JAMA Pediatrics. Ele se baseia na ideia de que animais de estimação podem ajudar o sistema imunológico e evitar alergias.

ANIMAL DE ESTIMAÇÃO

Animal em Casa

3-A criança se exercita

Uma simples caminhada para levar seu animal a fazer as suas necessidades, podem estimular você, o filhote e o animal, a uma boa atividade física.

4-Acaba com o estresse

Além dessa união acabar com o estresse do seu filho, o seu animal de estimação ajudar a superar traumas.

5-O senso de compaixão

Com um animal de estimação em casa a criança passa a entender que não é a única que precisa de cuidados e passa a ter noção do outro por meio da ação do amor, carinho e respeito.

E ai o que acha de ter em casa um animal de estimação, se estava com dúvidas espero ter ajudado nessa decisão.

Linda Terça


Comentários
1
Compartilhe este post
Pin It