Razões para dar um animal de estimação ao Filho

Costumo muito assistir vídeos fofos de uma criança e seu animal de estimação, e cada dia mais me convenço de que só faz bem ao desenvolvimento infantil.

Os benefícios dessa união são inúmeros e hoje quero trazer 5 razões por que você deveria aceitar o pedido do seu filho em ter um animal de estimação.

ANIMAL DE ESTIMAÇÃO

Animal em Casa

Os animais são capazes de ensinar mais do que imaginamos

1-Os animais nos ensinam a ter responsabilidades

Para se ter um animal é necessário, limpar o espaço aonde ele vai ficar, dar comida, banho, carinho, amor e todo o cuidado que ele merece.

Delegar essa atividade ao seu filho ajudará, a ele ser um adulto com responsabilidades por si e pelos outros.

2-Criança que tem animal em casa tem menos alergia

Estudos revelam que crianças que ficam o primeiro ano de vida ao lado de um cachorro diminui 13% o risco de contrair asma durante a infância.

O estudo foi divulgado na publicação médica JAMA Pediatrics. Ele se baseia na ideia de que animais de estimação podem ajudar o sistema imunológico e evitar alergias.

ANIMAL DE ESTIMAÇÃO

Animal em Casa

3-A criança se exercita

Uma simples caminhada para levar seu animal a fazer as suas necessidades, podem estimular você, o filhote e o animal, a uma boa atividade física.

4-Acaba com o estresse

Além dessa união acabar com o estresse do seu filho, o seu animal de estimação ajudar a superar traumas.

5-O senso de compaixão

Com um animal de estimação em casa a criança passa a entender que não é a única que precisa de cuidados e passa a ter noção do outro por meio da ação do amor, carinho e respeito.

E ai o que acha de ter em casa um animal de estimação, se estava com dúvidas espero ter ajudado nessa decisão.

Linda Terça


Comentários
1
Compartilhe este post
Pin It

Crescimento Infantil-Saúde da Criança

Desde a minha primeira gestação que venho sempre observando o crescimento das meninas, pois sempre li que o melhor momento é tratar, caso necessite ainda pequeno, antes da adolescência. A isa sempre foi grandona desde pequena, a Gabi já vem em estatura normal, mais sempre estou acompanhando.

CRESCIMENTO-INFANTIL

Crescimento infantil

Essa observação deve começar desde o útero pois o crescimento  inicia-se  desde a concepção, e ocorre em diferentes fases conforme os diversos estágios da vida dos pequenos. Na infância a média de crescimento é de 4 a 6 cm ao ano e vale ressaltar que cada medida é diferenciada para meninos e meninas. Essa velocidade volta a se acelerar, na puberdade, podendo atingir de 8 a 12 cm ao ano. Nas meninas o desenvolvimento ocorre mais precocemente do que nos meninos, e se dar inicio ao primeiro sinal de puberdade.

CRESCIMENTO INFANTIL

Crescimento Infantil

Cada criança tem um crescimento

Os pais não devem fazer comparações com outras crianças, comparações não é bom para ninguém e cada uma tem um ritmo próprio de se desenvolver de maneiras diferentes. O crescimento depende do padrão genético dos parentes, e isso vai sendo acompanhado pelo pediatra mês a mês. O que importa é se a criança está crescendo a cada ida ao pediatra. Há motivo para se preocupar somente se a criança parar o seu desenvolvimento ou começar a crescer muito devagar. Um crescimento acelerado, também deve ser avaliado.

Alimentos que Ajudam no Desenvolvimento Infantil

 Os alimentos ricos em ferro: Pois a falta de ferro no organismo das crianças é muito comum, pois elas necessitam de grandes quantidades desse ferro  para o seu desenvolvimento e geralmente não consomem a quantidade ideal. O recomendado é incentivar o consumo, desde cedo, de alimentos que são ricos em ferro, como:

Feijões;

Carne vermelha;

Fígado de Boi;

Folhas escuras (espinafre, couve, brócolis);

Beterraba;

Lentilhas e ervilhas.

E aqui é a calculadora que uso para calcula a altura e peso da caçula.

Lindo dia bjs!!


Comentários
4
Compartilhe este post
Pin It

Terrible twos como Controlar

Minha caçula chegou ao seus dois anos, e depois de 9 anos sinceramente não recordava-me dessa fase, a Gabi entrou numa fase conhecida como Terrible twos, aonde não aceita um “não” como resposta, fala com autoridade, tem temperamento forte e sabe o que quer, tudo agora está mais intensificado a Gabi entrou na fase “adolescência dos bebês” .Ela testa o meu limite e questiona a minha autoridade, também ficou mais manhosa e birrenta (quase como um adolescente de fato).

Terrible-Twos

Lidar com as crianças nessa fase Terrible twos é difícil e exige uma boa dose de paciência. Toda criança precisa de limites. É preciso conversar, entrar no mundo dela e explicar as coisas, apenas um passeio ao shopping, pode ser o cenário ideal para as temidas birras. Conversar antes de sai de casa explicando o que será feito, passo a passo, pode ser uma maneira de melhorar a situação de uma irritação repentina. Mas, se mesmo assim, o pequeno cometer as birras, o jeito é se controlar para não piorar a situação conversando e sendo firme sem expor ela em nenhuma situação seja na frente de outras crianças ou adultos. Pois além de não fazer bem a sua autoestima pode fazer birras ainda maiores por ter sido constrangida.
Terrible twos.jpg

Terrible twos é um período complicado para as crianças, mas os pais também precisam ter paciência. Os pais precisam fazer o pequeno aceitarem o ‘não’ amar e dar carinho não significa permitir tudo. Não adianta dizer ‘não’ e ceder à vontade dos filhos. Toda a fase é um aprendizado seja Terrible two ou qualquer outra, uma criança que não se acostumou a ter limites, a lidar com a perda ou a dividir pode se tornar um adulto intolerante ao fracasso. A  criança não pode manda em casa, infelizmente muitos pais servem ao filho e isso é uma inversão de papéis. A obrigação deles é ensinar, e não o contrário.

Controlando a Terrible twos

Mude o tom de voz quando estiver chamando a atenção da criança;

Passe autoridade. Sendo firme, sem violência;

Mesmo tendo que repeti várias vezes a mesma coisa, manter a paciência é fundamental pois as crianças com 02 anos já são capazes de entender explicações;

Observe se a criança estar refletindo algum problema emocional, como se bater ou se arranhar, pois se acontecer uma especialista tem que entrar em cena.


Comentários
10
Compartilhe este post
Pin It

Desenvolvimento nessa Idade (2 anos)

Desenvolvimento da Gabi

Dia 22 a Gabi completou 2 anos e 2 meses, como o tempo vem passando rápido e a cada dia ela está mais esperta e bem desenvolvida, tudo dentro dos conformes, só precisando melhor mais o apetite.

Desenvolvimento nessa Idade

Desenvolvimento nessa Idade

Nesta idade de 2 anos a fantasia e imaginação reinam no mundo da criança, suas brincadeiras se tornam mais sofisticadas e passa seu tempo se dedicando a elas.

Gosta muito de usar o papel com a caneta ou lápis, pinturas com tinta, desenvolvem frases que acompanham os gestos para se expressar, devemos observa que a criança  já faz suas escolhas com escolhe seus sapatos, aonde quer guardar seu brinquedo, escolhe em que gaveta quer colocar sua meia. Venho ensinado como ajudar a limpar o seu quarto e a guardar seus brinquedos e roupas.

Nessa idade o seu filho vai ser mais relutante em ir para a cama e a chave aqui é ser firme, consistente e sempre seguir o cronograma e o ritual de cada dia, o cochilo de um ou duas horas, geralmente é suficiente, mas ele pode não querer mais como a minha pequena não quer.

Desenvolvimento na Comunicação

A criança já é capaz de estruturar sentenças usando verbos e até mesmo alguns adjetivos e advérbios. A Gabi ao se comunicar coloca tudo no diminuitivo como por exemplo a cadeira-cadeirinha, bola-bolinha.

Ela gosta de tomar decisões como se fosse a adulta, querendo mandar na situação, respondendo com “não” e falando com entonação o que é típico dessa idade, mais temos que nos manter firmes e mostrar a ela quem é a mãe.

Gosta muito de correr invés de andar, faz birras para sai do banho, pois gosta muito de ficar na água, quer brincar com meus batons, pintar as paredes e tudo que vê pela frente.

Linda semana beijokas.


Comentários
17
Compartilhe este post
Pin It