Fernanda Gentil comemora seu primeiro Dia das Mães

Fernanda comemora o seu dia das mães com uma linda surpresa. ‘O mundo parou e nada mais importou no momento em que ele deu a primeira engatinhada‘, diz sobre o filho Gabriel

COMEMORA

Fernanda Gentil e Gabriel

O nascimento do filho, Gabriel, há oito meses, fez transbordar de amor o coração de Fernanda Gentil, que já conhecia esse sentimento com o afilhado Lucas, de 8 anos. A mãe do menino, que era tia de Fernanda, morreu quando ele tinha cerca de 1 ano e meio e desde então a jornalista passou a dividir a guarda dele com o pai.

COMEMORA

Fernanda Gentil com o afilhado Lucas e o filho Gabriel

A maternidade tem reservado à apresentadora do Globo Esporte RJ alegrias que só quem é mãe conhece bem. Nesta quinta-feira, 5, às vésperas do seu primeiro Dia das Mães, Fernanda teve mais um motivo para sorrir e comemora. “Todo dia é uma lição diferente. A de hoje foi que o mundo parou e nada mais importou no momento em que ele deu a primeira engatinhada essa manhã”, festejou ela sobre os primeiros movimentos de Gabriel rumo à independência.

Fernanda conta que a chegada do filho a fez ficar mais exigente consigo mesma. Segundo a jornalista, Gabriel a faz buscar o que há de melhor nela e a obriga a se esforçar para se aperfeiçoar cada vez mais. Acontecimentos que até então passavam indiferentes a Fernanda, agora a emocionam. “A capacidade de me emocionar com um simples sorriso das crianças, um abraço entre Lucas e Gabriel, uma conversa deles, um olhar entre eles, ou só de observar o momento em que dormem… Eu comecei a buscar dentro de mim, com mais vontade ainda, a melhor Fernanda que eu posso ser”, declara.

Limites sempre

Apesar de aparentar ser essa “manteiga derretida”, Fernanda garante que é uma mãe que impõe limites ao filho. “Pra mim é tudo questão de botar na balança. Não quero ser tão liberal a ponto de empurrá-lo do bungee jump e nem muito controladora para ter que pular com ele, por exemplo. Isso vale para todos os aspectos da vida. Acho importante a gente dar votos de confiança, mas é muito diferente do ‘se atirar nas aventuras da vida’. Tem muita aventura traiçoeira, e por isso tem que ter um fio condutor, um parâmetro, um limite.”

Pais em sintonia

Mesmo separada do empresário Matheus Braga, pai de Gabriel, a apresentadora afirma que os dois mantêm uma boa relação e discutem juntos o futuro do filho. Fernanda sabe que, hoje, as atitudes dela e de Matheus é que vão guiar a formação do caráter do menino. “É primordial eu e Matheus entendermos – e conversamos sempre muito sobre isso – que as minhas atitudes e as dele não são mais só nossas: elas agora influenciam diretamente na formação do caráter do Gabriel. Tudo o que o Gabriel ouvir e vir de mim e do pai, ele vai fazer, e mais: vai achar que é o certo. Com o tempo ele vai entender que a gente também erra – e espero que nos perdoe por isso – mas até lá o esforço tem que ser todo nosso de errar o mínimo possível, para que ele seja a melhor pessoa possível.”

 “Meu maior medo é ele não se tornar um homem digno, de palavra, correto e honesto com os valores que sei que ele vai receber de mim e do pai dele.” Questionada sobre com quem o filho mais se parece no quesito temperamento,  ela é categórica: “Acho que ele pegou o melhor de nós dois, que é o sorriso largo e fácil”. Ninguém duvida, Fernanda! Comemora.