Filhos Independentes Serão Filhos Felizes

Todos os pais querem ter filhos independentes, mais para que isso ocorra é necessário autonomia essa palavra define o que os pais esperam quando os filhos se tornarem adultos. E para que essa independência ocorra, tem que ser de maneira gradual e sempre com elogios e incentivos desde pequeno.
FILHOS-INDEPENDENTES

Filhos Independentes Serão Filhos Felizes

Dicas para ter filhos independentes

1. Superproteção deixe isso de lado

Sim devemos cuidar dos nossos filhos, proteger e amar, porém sem exageros e se for cuidados por outras pessoas que sejam por adultos responsáveis para que os pequenos cresçam saudáveis.
Por que não devemos ser pais super protetores

Quando saber que está sendo super protetor, quando o filho não pode sair, andar ou fazer algo sem a presença de um dos dois por perto, temos que preparar nossos filhos para serem filhos independentes e essa preparação tem que começar enquanto o filho é pequeno pois o resultado será, adolescentes maduros e atentos aos perigos que podem ser oferecidos ao redor.

2. Ajudar a desenvolver sua capacidade

Não existe um manual para a criança começar a resolver problemas, mais os pais tem que incentivar e ensinar, como por exemplo amarrar o próprio cadarço, de forma divertida e com paciência, ajudando assim seu filho a se desenvolver, recordo que a Isa demorou para aprender a amarrar os cadarços, mais nada que o amor e a paciência não resolva. Nada de fazer as coisas pelo filho só por que não tem paciência que ele o faça por errar respire fundo e recomece.

Filhos Independentes Serão Filhos Felizes

3. Retire como revisões e rigidez

Evite criticar seu filho pois isso só vai o fazer ele regredir ou congelar o seu desenvolvimento, você o ama certo, então o correto é ensinar e corrigir ,ensinar com paciência e elogiar mesmo que o resultado seja muito diferente do esperado é sensato e edificante. Cobrar, gritar isso apenas destroem aos poucos a autoestima da criança e ela poderá ficar receosa de realizar qualquer tarefa, tornando-se dependente demais mesmo com coisas simples e não é o que você quer para ele você quer filhos independentes.

4. Conversar sempre

É normal a criança errar quando se é pedido que ela faça algo sozinho, por pior que seja a situação o melhor é conversar, nada de broncas e castigos apenas converse de maneira que a criança entenda que ela precisa aprender a fazer pois precisa ser independentes.
FILHOS INDEPENDENTES

Filhos Independentes Serão Filhos Felizes

5. Olha o abuso emocional

Nada de insistir na independência da criança dizendo que ela não faz nada, que é folgada ou incompetente. Cada um tem seu tempo. O exemplo dos pais é o melhor, e é necessário lembrar que cada pessoa tem o seu ritmo. Insistir em algo que a criança tem dificuldade, a realização usando o controle emocional poderá prejudicar a autoestima da criança além de lhe transmitir insegurança.
Para ter filhos independentes é necessários ser pais pacientes não esqueça isso.


Comentários
20
Compartilhe este post
Pin It

Como Nossas Escolhas Afetam Nossos filhos

ESCOLHAS

Nossas Escolhas

Antes de sermos mães, nossas escolhas feitas só dependiam mesmo do que queríamos fazer, se tínhamos o apoio da família íamos ainda mais longe, mas nada  nos prendia, criávamos asas e íamos embora.

Muitas vezes já ouvi e já falei: “O que estou fazendo só vai prejudicar a mim mesmo, por isso você não precisa se preocupar.” Que erro pois o que fazemos afeta indiretamente a todos aos seu redor.

Quando somos mãe tudo isso muda, temos agora nossos filhos que dependem exclusivamente de nós, para comer, tomar banho tudo e aos longo que vai crescendo, vamos ensinando a andar, a falar e tomar decisões
somos o exemplo para nossos filhos.
Muitas  famílias são destruídas por decisões egoístas e mal tomadas, por fazerem coisas sem pensar por estarem abaladas, tão afundada em mágoas que não conseguem resolve a situação da melhor forma possível e acaba afetando todos ao seu redor, pois qualquer decisão que um membro da família tomar, afeta a todos envolvidos nela.

Escolhas que uma pessoa faz e afeta a muitos:

*Um dos cônjuges decide que quer o divórcio;
*Uma mãe que faz refeições que não são saudáveis em seu lar;
*Tomar decisões sem pensar;
ESCOLHAS

Nossas Escolhas

A vida é um reflexo das decisões que fazemos. Como tomar as decisões certas? Como fazer as melhores escolhas? Muitas vezes temos que escolher não apenas entre o bem o mal, mas entre o bom e o melhor. Sempre que sacrificamos no altar do urgente as coisas importantes, estamos invertendo as prioridades da vida. Na busca das primeiras coisas primeira, precisamos estabelecer prioridades corretas que envolve a família nunca devemos esquecer que nossas escolhas afetam nossos filhos, que é o nosso bem mais precioso, devemos ter cuidado e sempre ficarmos alerta quanto a isso, uma decisão tomada pode não ter mais volta.

Comentários
12
Compartilhe este post
Pin It
CADEIRINHA-DE-CARRO

Cadeirinha de Carro- Meu Filho Não Quer Usar

Quando nossa filha Gabi nasceu ela sempre ficou em seu devido lugar no carro, no bebê conforto, e quando chegou a hora de mudar para a cadeirinha por causa do peso atingindo 10kg, não foi nada fácil, ficamos alguns meses sem o carro e quando fomos usar a Gabi fez um auê, isso mesmo não queria ficar nela de jeito maneira, tive que agir com firmeza, muito amor, e manter á paciência foi essencial nesse momento.
O que fiz :Levamos ela para passear em um lugar perto com a família, antes conversei com ela tentei usar em casa, mais sem sucesso, colocar ela na cadeirinha foi muito difícil pois ela se debatia muito.Bebê na cadeirinha eu fiquei ao lado tentando conversar mostrando meu cinto e o choro continuava, bala, doce,brinquedo, até cantei nada resolvia, respirei fundo, mantinha a calma.Ela tentava sai com os bracinho e eu do lado conversando e segurando pra ela não se machucar,pois ela usava muita força, pior de tudo é que tanta coisa passa na sua cabeça, como,” ela não vai mais gostar de mim”, “eu to sendo má com minha filha”,” eu não aguento vou ceder”, “o que faço”.Respiro fundo novamente conversando sempre, peço para parar o carro mantenho ela na cadeirinha e espero que todos saíam e converso com ela novamente, ela respira e aparentemente parece que vai fica quieta, ilusão minha, o choro recomeça mais dessa vez sem se debater, todos voltam para o carro e voltamos para a casa.No dia seguinte, novamente o choro já pouco e pouca resistência, terceiro dia quase nenhum choro hoje:
-Mamãe cadeirinha, passear.
CADEIRINHA-DE-CARRO
cadeira de carro

Cadeirinha de Carro- Meu Filho Não Quer Usar

A mamãe morre de amor,então meninas por mais difícil que seja, sempre faça o certo para com seu filho, se for preciso parar por fome ou fralda suja, procure o lugar mais perto e seguro para parar o automóvel, mas não tire seu filho da cadeirinha com o carro andando, mantenha a paciência, porque uns poucos minutos não vão fazer tanta diferença assim e você estará protegendo o bem-estar da pessoa mais preciosa.Ficar preso a um cinto dentro do carro tem que virar um hábito de segurança para o resto da vida e para todo mundo.
Tabelinha de uso:0 a 1 ano: bebê-conforto ou poltrona virada para trás 1 a 4 anos: poltrona virada para a frente do carro 4 a 7 anos e meio: booster preso no cinto de três pontos do carro.

Algumas dicas de seguranças para o uso da cadeirinha

A instalação da cadeirinha, nem frouxa e nem mal instalada olhe no manual como fazer;
Coloque a Cadeirinha do lado certo ;
Do tamanho certo nem mais nem menos,o bebê tem que ficar confortável na medida certa na cadeirinha.
O cinto tem que fica justo mesmo, não fique com medo se ele não vai poder se mexer tem que caber um dedo seu;
Mesmo indo a um lugar perto use sempre;Só tirar o pequeno da cadeirinha quando o carro parar;Espero ter ajudado lindo dia bjs


Compartilhe este post
Pin It

Desde que a Isa começou a ir para a escolinhas que ensino a lição de casa, sempre acompanhei, acredito que essa tarefa  tem que ser dos pais, caso não tenha como, colocar o filho numa banca ou aulas particulares em casa é uma boa alternativa, mais sempre acompanhando o desenvolvimento dos pequenos é essencial.

A minha dificuldade em conciliar essa tarefa foi quando a Gabi nasceu, ela pequenina precisando de cuidados, e a Isa precisando de mim para fazer a lição de casa, levei um tempo até me organizar, quando a Gabi dormia corríamos para fazer a lição de casa, quando ela acordava parávamos e continuávamos quando o papai chegava para pegar a pequena.

Como ajudar seu filho na hora da lição de casa

TAREFA
Sempre incentive, perguntando qual é a tarefa, pedindo para olhar, olhando a tarefa que fez na escola;
Hora de fazer a lição desligue a televisão ou rádio, é preciso fazer a lição em um lugar reservado,  com mesa e cadeira e tente não interromper para fazer algo;
Observe se seu filho está entendendo a lição de casa, caso tenha alguma duvida, repita quantas vezes forem necessárias, e não se irrite com isso, o que hoje é fácil para você, para eles ainda não é;
Em um local em casa reserve revistas e livros para estudos e pesquisa dos pequenos, mesmo com o uso do computador, lembre-se o habito da leitura é muito importante;
Sempre peça ao seu filho para rever a os exercícios já feitos, e só depois que ele o fizer você olha a tarefa, estimule ele a comentar sobre o que vocês estão estudando;
Em dia de pesquisar lembre ao seu filho que pesquisar não é copiar e que é necessário ele ler para ter sua própria opinião;

Seu filho acertou a tarefa elogie, dê os parabéns, se teve muitos erros revise,  evite brigas e castigos, se achar necessário  converse com o professor.


Compartilhe este post
Pin It