Olá meus amigos em parceria com a Biruta e a Gaivota recebi meu primeiro livro para resenhar, como mãe de duas princesas o titulo não podia deixar de ser de princesa rs
 COMO ENCONTRAR UMA LINDA PRINCESA
COMO ENCONTRAR UMA LINDA PRINCESA
AUTOR(ES): Ricardo Viveiros
Ilustrador (ES): Alexandre Rampazo
Nº DE PÁGINAS: 32
FORMATO: 19 x 26 cm
CORES: 4 x 4
ISBN: 978-85-64816-41-1
IDADE: a partir de 6 anos
PREÇO: R$ 34,00

Sobre o Livro

Um livro de leitura fácil para as crianças que estão começando a leitura ele é ótimo, fácil interpretação e lindas ilustrações, conta a história de um reino chamada Eldorado  que estão a esperar do bebê da rainha.Porém em
todo bom conto de fadas, existe uma bruxa má que está sempre pronta para eliminar a alegria de todos.
Depois de lançar um feitiço na princesa que mesmo antes de nascer foi amaldiçoada por uma bruxa com uma mancha no rosto, a bruxa está certa de que seu plano maligno funcionará.
 photo Livro_zpsqk8p7svu.jpg
Mas o que ela não imagina é que a maldição pode ser também a salvação da princesa. Uma história bem tradicional mais com um diferencial, pois essa princesa é muito inteligente com sua beleza e ternura sua marca emseu rosto a vez em uma pessoa especial e no fim a felicidade reinou em Eldorado com um lindo final feliz do viveram felizes para sempre.
LIVRO

A Isabelle amou e já pediu para guardar o livro, sua páginas são delicadas com bordas lindas como um diário, já a
Gabriele ainda inquieta com seus 1 ano e 9 meses ficou pra lá e pra cá e queria que queria pegar o livro, mais conseguir ler todo, afinal de contas é desde  pequeno que se faz bons leitores.

Eu amei o livro é uma história de princesa como todas as outras com um charme que fez todo o diferencial uma mancha no rosto como maldição que se tornou em benção na vida da princesa.Eu recomendo a leitura suave desse livro.


Compartilhe este post
Pin It

A Biruta e a Gaivota estão à caminho de Bolonha, mais uma vez!

Sete livros do nosso catálogo (quatro da Biruta e três da Gaivota) foram selecionados para compor o Catálogo FNLIJ para a Feira de Bolonha desse ano.

A feira é um dos mais importantes eventos internacionais dedicado a publicações e conteúdo infantil e juvenil. Reúne autores, ilustradores, agentes literários, organizações e fundações, distribuidores e livrarias de mais de 70 países, em Bolonha, na Itália, com o objetivo de vender e comprar diretos autorais, procurar o melhor sobre publicações infanto-juvenis e produção multimídia, reunir novos contatos, estreitar relações profissionais e descobrir novas oportunidades de trabalho, discussões e debates sobre os últimos lançamentos da área.

Agora, chega de suspense! Vamos conhecer os livros selecionados?

O gigante do Maracanã, de Cesar Cardoso e ilustrado pela Larissa Ribeiro, narra a primeira vez que o pai leva sua filha para assistir um jogo de futebol, no imenso Maracanã, entre o final dos anos 50, início dos 60. Além da aventura infantil, acompanhamos as jogadas de futebolistas que entraram para a história do nosso futebol, como Garrincha, Amoroso e Carlos Alberto.

Em O menino que lia nuvens, de Ricardo Viveiros, conhecemos Aldebaran, um garoto calmo que adora ficar observando os desenhos das nuvens, até que começa a ver algo além das formas e de seu presente. O menino descobre que é capaz de ver o futuro nas nuvens, o que acaba transformando completamente sua relação com as pessoas a sua volta. As belas ilustrações são de Gonzalo Cárcamo.

Em O dia em que b apareceu, Milu Leite faz uso da metalinguagem, de maneira bastante dinâmica e divertida e mistura duas histórias em uma só. Sabe como? É muito simples! O autor de uma história é o personagem de outra. As ilustrações, recortadas e bastante vivas, são de Sergio Magno e conversam muito bem com a trama, que tem um tom bem-humorado.

Duas vezes na floresta escura, de Caio Riter, é uma novela policial que se desenrola no interior do Rio Grande do Sul. A trama é envolvente e trata a relação entre pai e filha e as relações de amizade, além do mistério principal. O projeto gráfico nos transporta para uma floresta que ambienta o local do crime e aumenta a aura de suspense.

Morada das lembranças, escrito por Daniella Bauer, conta aos leitores as dificuldades e sofrimentos da protagonista em sua chegada à nova terra, depois de deixar sua história para trás em uma perigosa fuga em meio à Revolução Russa. O projeto gráfico transmite a ideia de uma colcha de retalhos, onde cada memória é tecida.

Águas emendadas é a reprodução do caderno de viagem que o artista plástico Rubens Matuck fez ao visitar a Estação Ecológica de Águas Emendadas, uma área de proteção ambiental localizada no Centro-Oeste brasileiro. O leitor conhecerá as cores e formas da fauna e da flora do cerrado brasileiro, além da cultura local.

Inácio: o cantador-rei de catingueira, de Arlene Holanda, é uma biografia romanceada da vida de Inácio, um menino-escravo que se tornou um dos precursores do repente no sertão da Paraíba. O texto apresenta traços da cultura de um povo que, há muito, é renegado pelo racismo e pelo preconceito. As ilustrações em xilogravuras são de Alexandre Teles.

Qual desses você já conhece da Gaivota e da Biruta? Mande sua opinião para nós. Seu texto poderá entrar no #soltandoalíngua!


Compartilhe este post
Pin It