Nessa nossa longa
jornada de mãe, em meio a  uma exaustiva
rotina da semana dividida entre trabalhar fora de casa e trabalho em casa, ou  trabalhar em casa e filhos muitas vezes cansa  e cansa muito mesmo, você se sente exausta e
sem qualquer pique para brincar com os filhos e só te sobra ânimo para ligar o
dvd, deixar eles assistindo e….se jogar no sofá. Lá se foram apenas alguns
minutinhos de descanso e a culpa dão as caras.

Culpa não Mãe

Conheço um ditado que se encaixa muito bem nessa cena que
diz  assim” Que assim que nasce a mãe
nasce a culpa”. Pois, mesmo sabendo que você merece sim um descanso, não é
capaz de parar de pensar que poderia estar com os filhos brincando em casa ou
em um parque e não na frente da televisão.Uma outra dificuldade que toda mãe tem
é achar que só ela sabe cuidar do filho do jeitinho que tem que ser e não
consegue delegar as funções em casa, para o companheiro, meu caso venho tentando
mudar isso, pois assim fica mais fácil,  venho aprendendo a pedir ajuda quando
necessário para não morrer de cansaço.

Não podemos esquecer é que mãe também é gente! E se os
homens merecem o futebol aos sábados de tarde, as mulheres merecem um happy
hour com as amigas sem culpa e sem crianças. E parece exagero, mas não é. A
culpa pelo cansaço aflige muitas mães. Então em primeiro lugar chega de se
sentir  culpada, as crianças querem
sempre nossa atenção e não necessariamente entendem que mãe também cansa. Isso
não quer dizer que você precisa estar o tempo inteiro disponível. Reclamação
dos filhos faz parte e temos que conviver com ela para que, descansadas,
possamos continuar com pique e energia para curtir os filhos.

 photo 173298775_wide_zps81ejr3n5.jpg
Muitas mães que se dedicam integralmente aos filhos, sem
um trabalho fora de casa, acham que têm a obrigação de estar 100% disponível
para eles. Mas, é mais do que normal, diante de tantas demandas da casa, que
essa mãe fique cansada, mesmo não trabalhando fora. Lembre-se em casa não
paramos e acabamos trabalhando muito também, então o segredo é nada de se culpar,
devagar e sempre.  
Lindo dia com carinho pra você bjsNanda


Compartilhe este post
Pin It

Olá meus amigos, esse fim de semana estive pensando, como me tornei mãe, como fez toda a diferença e como me tornei uma pessoa melhor, lendo 10 coisas que sua mãe nunca te contou, me emocionei e me identifiquei de tal forma, e mesmo quem já leu, assim como eu ainda acaba achando algo que tinha passado despercebido.

Vamos há 10 coisas que sua mãe nunca te contou

1. Você a fez chorar… muito.

Ela chorou quando descobriu que estava grávida. Ela chorou quando te deu à luz. Ela chorou quando te segurou pela primeira vez. Ela chorou de felicidade. Ela chorou de medo. Ela chorou de preocupação. Ela chorou porque se preocupa profundamente com você. Ela sentiu suas dores e suas alegrias e ela as compartilhou com você, mesmo que você não tenha percebido.

2. Ela queria aquele último pedaço de bolo.

Mas, quando te viu com aqueles olhões, lambendo a boca, não tinha como comê-lo. Ela sabia que ficaria muito mais feliz vendo a sua barriguinha cheia, em vez da dela.

 photo slide_306828_2657685_free_zpsyaguhthl.jpg

3. Doeu.

Doeu quando você puxou o cabelo dela; doeu quando você a agarrou com aquelas unhas afiadas, impossíveis de cortar; doeu quando você mordeu o peito dela enquanto mamava. Você machucou as costelas dela quando chutava ainda dentro da barriga; esticou a barriga dela por nove meses; fez o corpo dela se contrair de dor quando veio ao mundo.

4. Ela sempre teve medo.

Do momento em que você foi concebido, ela fez tudo para te proteger. Ela virou sua mamãe-urso. Ela é aquela mulher que queria dizer não quando a menininha da rua pedia para te segurar e que fez careta quando você estava nos braços dela. Na cabeça dela, ninguém seria capaz de te dar tanta segurança. O coração dela bateu mais rápido quando você deu seus primeiros passos. Ela ficou acordada até mais tarde para ter certeza de que você tinha chegado em casa são e salvo, e acordou cedo para te levar para a escola. Ela estava por perto a cada topada ou tropeção; estava pronta pra te abraçar quando você acordava com pesadelos ou febre. Ela estava lá pra garantir que você estaria OK.

5. Ela sabe que não é perfeita.

Ela é a maior crítica dela mesma. Sabe de todas as deficiências que tem e às vezes se odeia por causa delas. Mas é ainda mais dura consigo mesma quando se trata de você. Ela queria ser a mãe perfeita – mas, como é humana, cometeu erros. Ela provavelmente ainda está tentando se perdoar. Mais que tudo, ela gostaria de voltar no tempo e fazer as coisas de outro jeito, mas isso é impossível, então seja gentil e saiba que ela fez todo o possível.

 photo slide_306828_2657482_free_zpsilhflgzz.jpg 

 
6. Ela te observou dormindo.

Às vezes a mãe ficava acordada até as 3 horas, orando para você finalmente pegar no sono. Ela mal conseguia ficar de olhos abertos enquanto cantava para você, implorando: “Por favor, por favor pegue no sono”. E aí, quando você finalmente dormia, ela te colocava no berço e todo o cansaço desaparecia por um segundo. Ela ficava ali, olhando sua cara angelical e perfeita, sentindo mais amor do que achasse ser possível, apesar dos braços cansados e dos olhos doloridos.

7. Ela te carregou por muito mais que nove meses.

Você precisava. Então ela te carregou. Ela aprendeu a te segurar enquanto fazia limpeza, enquanto comia, até mesmo enquanto dormia: não tinha outra alternativa. Os braços estavam cansados, as costas doíam, mas ela te segurava pra ter você bem perto. Ela te agarrou, te amou. Você se sentia seguro nos braços dela; sabia que era amado nos braços dela. Por isso ela te segurou o quanto fosse necessário.


8. Seu choro cortava o coração dela.

Não havia som mais triste que seu choro, imagem mais horrível que lágrimas escorrendo do seu rosto perfeito. Ela fez tudo o que era possível para que você não chorasse e, quando não podia impedir suas lágrimas, o coração dela se partia em um milhão de pedacinhos.

9. Ela te colocou em primeiro lugar.

Ela ficou sem comer, sem tomar banho e sem dormir. Ela sempre colocou suas necessidades na frente das dela. Ela passava o dia inteiro cuidando de você e, no fim do dia, não sobrava energia para ela mesma. Mas, no dia seguinte, ela acordava e fazia tudo de novo.

 photo slide_306828_2657615_free_zpslxp73dnd.jpg 

 
10. Ela faria tudo de novo.

Ser mãe é um dos trabalhos mais difíceis do mundo, um trabalho que às vezes te leva ao limite. Você chora, você sofre, você tenta, você erra, você trabalha e você aprende. Mas você também sente mais alegria do que achava ser possível e mais amor do que seu coração comporta. Apesar de tudo o que sua mãe passou por sua causa, ela faria tudo de novo, porque você vale a pena. Então, da próxima vez que a vir, diga obrigado. Diga que a ama. Nunca vai ser demais.


Compartilhe este post
Pin It

vida de mãe.jpg
Ser mãe tem que estar disponível  24 horas e manter a mente boa, mas por que você tá falando isso Fernanda, passei uma semana complicada e parece que veio tudo de vez e a mamãe aqui não tava conseguindo realizar a tarefa de mãe.

Ser mãe é muito complicado, quando não estamos bem, a mente não flui, o ser materno adormece e mesmo que eu tentasse nada saia da maneira que deveria ser, tão difícil as lagrimas vinha aos olhos, por não conseguir fazer o que tinha que fazer como mãe e isso durou exatamente uma semana e irei passar o que fiz pra me manter como uma boa mãe durante esse tempo.

Algumas dicas para a mãe

*Primeiro passo é reconhecer que não estar bem;
* Pedi ajuda ao cônjuge e se for o caso ir ao um especialista no meu caso não foi preciso;
*Manter a mente afastada dos problemas, mesmo sendo difícil;
*Manter a saúde mental, para que possa cuidar dos pequenos;
* Atender os chamados dos pequenos, quando possível;
*Sempre respirar fundo;

A vida é feita de fases, já ouvi muito mãe não pode adoecer rs como é complicado imagina a situação a o corpo pedindo cama e o baby pedindo pra brincar, Ser mãe né mole não,tem dias que não consigo nem parar para pensar na minha própria vida , ai Fernanda mas você tá sendo radical to não gente, tenho que pensar em tantas coisas para não esquecer que não tenho tempo pra mim em vez de me deita desmaio rs , mas confesso como muitas que viver esse lado nada mudaria, nada faria diferente como mãe, em querer ser mãe, quero é prender mais como ser uma boa mãe mesmo sem tempo pra mim.

Amar é demonstrar quem não demonstra não amar. Não se iluda.



Compartilhe este post
Pin It