A foto desta mãe abraçando a caçula antes de ter outro filho vai emocionar você

Se você é mãe de dois ou mais, já deve ter estado nessa cena e vivido essa sensação: Momentos finais antes do segundo ou terceiro… Quinto , filho nascer, bate a saudade do relacionamento mãe e filho único ou caçula que você tinha até aquele momento.

Mãe abraçando a caçula antes de ter outro filho

FILHO

Mãe abraçando a caçula antes de ter outro filho vai emocionar você

É algo difícil de descrever, mas que não é comum, de se sentir.  E uma prova desse sentimento foi capturada em foto e expressa exatamente essa ideia de amor.

O registro foi feito pela fotógrafa americana Laura Paulescu que registrou exatamente a hora em que a mamãe de dois Nikki Colquitt está algumas horas para dá luz ao seu terceiro filho.

No hospital e com um barrigão lindo, ela abraça sua filha mais nova de olhos fechados, que em algumas horas se tornaria a filha do meio. “Pura doçura. Último abraço antes de dizer tchau à mamãe e a última vez em que ela iria sentar nesta barriga grande e redonda com a sua irmã ali dentro”, escreveu Laura em sua página no Facebook quando divulgou a imagem.

A postagem viralizou e muitas mães começaram a se identificar e contar as suas próprias experiências.

“Elas [mãe e filha] ficaram daquele jeito por alguns rápidos e doces segundos antes de a garotinha descer do colo e ir brincar com o seu irmão mais velho, sem saber como a sua vida iria mudar naquela noite”, disse a fotógrafa ao jornal britânico Daily Mail.

Apesar de ter ficado surpresa com a repercussão desse registro, Laura entende por que muitas mulheres se comoveram. “É um momento que permanece com você para sempre”, afirmou. “

A arrasadora mistura de alegria e ansiedade, junto à dificuldade de deixar o seu ‘bebê’ ir… Claramente, muitas mamães se relacionam com isso”, comentou a fotógrafa à publicação.

Fonte: http://goo.gl/WcbxxW


Comentários
1
Compartilhe este post
Pin It

Fotógrafa registra o próprio parto

Sempre achei lindo alguém pagar a uma fotógrafa para registrar momentos lindos do parto, agora imagina quando é o seu próprio parto.

O Poder de registrar esse momento é mágico e sem igual pois marca a vida da mulher, é um momento de pura emoção.

FOTÓGRAFA

Registro da própria mamãe

E foi exatamente isso que a fotógrafa, Lisa Robinson-Ward fez, ela já registrou vários momentos em família, como parto humanizado trazendo assim alegria e eternizando o momento delas. Até aí, ok!

Porém essa linda fotógrafa se superou quando teve a ideia de fotografar o seu próprio parto, o primeiro momento de vida da filha. Isso mesmo, durante o parto. Inacreditável né !

FOTÓGRAFO

Quando li essa história o primeiro pensamento foi: “Como que ela conseguiu isso”.Tudo surgiu como uma brincadeira relatou o canal de notícias ABC News, ninguém imaginaria que seria uma realidade.

FOTÓGRAFO

Foi ai então que a fotógrafa Californiana surpreendeu a todos com sua coragem e determinação transformando aquela brincadeira em realidade. Ou falando ainda melhor, em fotografias. E o resultado é emocionante. Veja as fotos.

A fotógrafa tem um momento maravilhoso da sua vida e relata: “Eu estava bem tranquila com o plano”, ela conta ao canal. “Se não desse certo, tudo bem. Mas, felizmente, eu tive um parto sem complicações e uma experiência adorável.”

Desta forma, Lisa congelou para sempre a cena do nascimento da filha do seu campo de visão, transferindo para as imagens um pouquinho do que viu e sentiu. Sem dúvidas, essa foi a maior experiência da vida dela e serão registros para a memória da família e que eu me emocionei muito!

O parto humanizado, no Brasil, é uma nova forma de lidar com a gestante respeitando sua natureza e sua vontade.

No parto humanizado a protagonista é a gestante e seu filho que está para nascer. Tão importante quanto os procedimentos médicos também é a atenção e cuidado com o delicado momento em que mãe e filho estão vivendo.

Uma diferença marcante dessa nova forma de parto são os procedimentos, muitas vezes não necessários, de rotina usada nos hospitais.


Comentários
2
Compartilhe este post
Pin It

Cada dia a reprodução assistida no Brasil cresce. Somente no ano de 2015 foram mais de 70 mil casos de inseminação artificial. Significa que a medicina com seus avanços vem ajudando muitas mulheres a realizarem o sonho de ser mãe, mesmo em idades em que isso não seria mais possível.

REPRODUÇÃO ASSISTIDA

Nascimento dos trigêmeos

O sonho da mãe através da reprodução assistida

A história da Cláudia é comovente e demonstra como a reprodução assistida tornou seu sonho em realidade. No reveillon do ano de 2010, ela perdeu as duas filhas no deslizamento de terra de Angra dos Reis (RJ). Depois de um aborto espontâneo a família foi reconstruída anos depois, com inseminação artificial. E o recomeço para essa família veio em dose tripla. Veja!

Eles chegaram à maternidade orgulhosos do barrigão. Ela, aos 46 anos, estava ansiosa depois de sete meses de uma gravidez de risco.  A primeira a nascer foi Flora, depois Filipe e, por último, Valentina. Prematuros, eles saíram dos braços da mãe e foram direto para a UTI do hospital.

A mãe se recupera no quarto, entre sorrisos e uma decoração cheia de leveza. A imagem das duas primeiras filhas no travesseiro e no porta-retrato que está no quarto. Uma saudade que os pais decidiram transformar em esperança.

REPRODUÇAO ASSISTIDA

Os Trigêmeos

Sempre fui muito apaixonada por ser mãe, por ter filhos, por isso que eu digo graças a Deus eu pude acompanhar e vivenciar a vida das minhas filhas de uma forma tão intensa, e que talvez seja isso que me traga tanta saudade, mas me enche, me preenche tanto, que eu consiga levar uma vida de uma forma, sem cair no baixo astral, né?”, disse Cláudia Repetto.

“É o amor infinito, dia oito, oito é o símbolo do infinito, é o amor infinito, e mais uma mensagem que a gente recebe que tem mais coisa além da vida, que o amor transcende a vida mesmo”, afirmou Marcelo.

Recomeço

Quem sugeriu a inseminação artificial foi o amigo João, especialista em reprodução assistida.

“Eles pra mim são o símbolo da superação. Pra mim, eles são duas pessoas que vão mostrar para o mundo que é possível recomeçar uma nova vida”, falou o médico João Ricardo Auler.

“Nossa é só emoção. É muito bom, muito bom, viver isso de novo. Uma questão de você conseguir enxergar novamente e um valor pra sua vida, de levar esta vida que a gente tem aí que é tão maravilhosa, mas da melhor maneira”, disse Cláudia Repetto.

Fonte: http://goo.gl/eldW75


Comentários
3
Compartilhe este post
Pin It

Mãe é demitida por ser solteira

Essa semana li uma noticia que me deixou muito triste um relato de uma mãe que foi demitida por ser mãe solteira, um desabafo desesperado e angustiante.

A página do face Diário de uma mãe solteira compartilhou, o desabafo de uma mãe desesperada que, segundo ela, foi dispensada de seu trabalho, o qual era faxineira por ser mãe solteira.

Sinceramente quando li isso não acreditei achei cruel e desumano a maneira que a conversa toma seu rumo.

 A mulher, que tem três filhos, salvou e mostrou as mensagens trocadas com a ex-patroa por WhatsApp, e uma das frases dita por ela foi:

“Não posso ter este tipo de gente na minha casa, perto do meu marido” têm levantado enormes discussões na internet.

Segue a conversa que a mãe solteira salvou

mãe solteira

Durante a conversa, a ex-patroa menciona que a presença da faxineira solteira poderia ensinar “algo de errado” aos filhos dela e que, além disso, seria uma “falta de respeito” com o marido.

A faxineira, então, se defende, na tentativa de não perder a cliente: “Sempre fui trabalhadora, sempre fiz meu serviço certo nas outras casas. Sou uma mulher de respeito”.

A patroa, irredutível, usa a frase “este tipo de gente” por três vezes”, antes de dispensá-la de vez. “Pessoas como você arrumam emprego com facilidade por questão de necessidade”, completa.

Por fim, a patroa promete deixar o dinheiro com o porteiro.

Revoltados com a suposta troca de mensagens, internautas deixaram comentários em postagens sobre o assunto.

“Não consigo conceber que existe alguém com esse tipo de mentalidade”, escreveu uma delas. “Misericórdia! E pensei que já tinha visto de tudo”, comentou outro, e “Ridícula a atitude desse ser que se diz humano”, uma terceira.

E ai o que vocês acham dessa patroa, e o motivo pelo qual ela demitiu sua funcionária?

Fonte: http://goo.gl/EH10eB

 


Comentários
58
Compartilhe este post
Pin It